PUBLICIDADE
Topo

Noite em pleno dia: eclipse deixa regiões do Chile e Argentina no escuro

Renata Baptista*

De Tilt, em São Paulo

14/12/2020 16h26

O céu escureceu completamente por cerca de dois minutos nesta segunda-feira (14), no sul do Chile e na Argentina, após eclipse total do Sol — que ocorre quando o diâmetro aparente da Lua fica maior que o do Sol, bloqueando a luz solar direta.

O espetáculo da natureza levou várias pessoas às regiões onde a escuridão foi total — uma faixa com 90 km de largura, da costa do Pacífico, passando pela Cordilheira dos Andes, pela Patagônia argentina, até chegar à costa do Atlântico.

A noite começou a cair por volta das 13h (mesmo horário em Brasília). As pessoas utilizaram filtros especiais para poder olhar diretamente ao Sol, de modo a não prejudicar a visão.

Em julho do ano passado, também foi possível avistar um eclipse solar total no Chile.

Eclipse solar 2020: confira imagens do fenômeno

No Brasil, algumas regiões conseguiram avistar o eclipse de forma parcial — quanto mais ao sul, maior foi a porcentagem do disco solar que seria encoberto. Na Região Sul, entre 40 e 60% do disco solar foi encoberto. Em São Paulo, por exemplo, o eclipse começou a ser visível por volta das 12h45, chegou ao ápice, com 32% de sombra, às 14h05 e terminou às 15h16.

*Com agências internacionais