PUBLICIDADE
Topo

Meteorito cai em casa na Indonésia e morador o vende por 30 anos de salário

Josua mostra meteorito que atingiu o telhado da casa dele na Indonésia - Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto
Josua mostra meteorito que atingiu o telhado da casa dele na Indonésia Imagem: Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto

Colaboração para Tilt, em São Paulo

17/11/2020 11h18

Há quem diga que "dinheiro não cai do céu", mas isso não funcionou para Josua Hutagalung. O fabricante de caixões da Indonésia se tornou um milionário instantâneo, quando um pedaço de meteorito, avaliado em mais de R$ 10 milhões, atingiu o telhado de sua casa. Ele o vendeu e ganhou o que ganharia trabalhando por 30 anos.

Fragmentos do meteorito capturado por Josua estão atualmente à venda no eBay, com um preço de 757 libras, cerca de R$ 5.420, o grama. Com isso, a 'pedra martelo' — como é chamada a rocha principal — fica avaliada em 1,4 milhões de libras (R$ 10 milhões) por seu 1,8 kg.

Josua conta que estava trabalhando na rua da frente da casa dele, no mês de agosto, quando ouviu o estrondo. "Foi como se uma árvore tivesse caído sobre nós", contou ao jornal inglês The Sun.

Ao chegar ao local, ele logo avistou a rocha espacial de 2,2 kg com tamanho de uma bola de futebol. "Estava quente demais para pegar, então minha esposa o desenterrou com uma enxada e nós o levamos para dentro", relatou.

Josua mostra buraco feito por meteorito no telhado da casa - Reprodução/YouTube/Dedi Herianto - Reprodução/YouTube/Dedi Herianto
Josua mostra buraco feito por meteorito no telhado da casa
Imagem: Reprodução/YouTube/Dedi Herianto

Ao saber da descoberta de Josua, Jared Collins, especialista em rochas espaciais, foi enviado até a casa do fabricante de caixões com uma proposta lucrativa pelo objeto sideral. Josua se mostrou um negociador astuto e vendeu a rocha por um valor equivalente a 30 anos de seu salário atual.

Collins enviou a rocha espacial para os Estados Unidos, onde foi comprada por um colecionador americano que a armazenou em nitrogênio líquido, no Centro de Estudos de Meteoritos da Universidade Estadual do Arizona.

Os especialistas saudaram a rocha espacial de 4,5 bilhões de anos como uma das descobertas de meteorito mais significativas de todos os tempos — dizendo que ela pode conter elementos como o condrito carbonáceo CM1 / 2, que fornecem pistas sobre a origem da vida.

Rocha espacial encontrada pode conter pistas sobre origem da vida - Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto - Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto
Rocha espacial encontrada pode conter pistas sobre origem da vida
Imagem: Reprodução/Youtube/Dedi Hieranto

Já Josua, que segue sua vida na Indonésia, pretende usar o dinheiro ganho com a rocha para se aposentar e construir uma igreja em sua aldeia.

Além do aspecto financeiro, o pai de três meninos vê o fortuito acaso como um bom presságio: "Eu também sempre quis uma filha e espero que isso seja um sinal de que agora terei a sorte de ter uma", afirmou.