PUBLICIDADE
Topo

Com descontos de 90%, caça ao Mi Bunny faz site da Xiaomi ficar instável

Mi Bunny, mascote da Xiaomi  - Xiaomi/Divulgação
Mi Bunny, mascote da Xiaomi Imagem: Xiaomi/Divulgação

Renata Baptista

De Tilt, no Recife

11/11/2020 18h08

A Xiaomi promoveu, nesta quarta-feira (11), uma nova campanha de descontos no Brasil com uma espécie de caça ao tesouro dentro do novo site da marca, oferecendo descontos de 90% em alguns produtos. O sucesso foi tanto que a plataforma apresentou problemas.

"A promoção fez barulho e nossa plataforma não aguentou. Mas vamos resolver estes problemas", disse Luciano Barbosa, head do projeto Xiaomi no Brasil, que ouviu relatos de lentidão e dificuldades no registro de clientes.

Xiaomi comunica prorrogação de promoção de busca ao Mi Bunny - Reprodução - Reprodução
Xiaomi comunica prorrogação de promoção de busca ao Mi Bunny
Imagem: Reprodução

À noite, a empresa divulgou um comunicado em seu site informando que a operação Resgate ao Mi Bunny, que aconteceria nas próximas quartas-feiras deste mês (18 e 25), foi prorrogada por mais um dia (2/12) devido às falhas na plataforma de e-commerce.

Os interessados devem procurar o mascote da marca chinesa, o coelho Mi Bunny, no site. Quando ele é encontrado, aparece um pop up com o produto em oferta no momento, que poderá ser comprado com a indicação do código RESGATE no carrinho para o acesso ao valor reduzido.

Barbosa destacou que a promoção é um "presente" aos fãs da marca no Brasil pelos dez anos de história da empresa e uma preparação para a Black Friday. "São mais de dez tipos de produtos com promoção de 90%. E não são cabinhos ou capinhas", explicou o executivo. "São celulares, fones, mas não vou falar mais...", disse, sem querer dar pistas sobre os produtos.

Nova plataforma

Apesar da instabilidade apresentada nesta quarta-feira (11), o novo site da empresa chinesa, que é a terceira maior fabricante de smartphones do mundo, acaba de passar por uma reformulação, que faz parte da aposta da empresa na transformação digital do consumo, que ganhou força ao longo da pandemia. No período de isolamento social, a Xiaomi registrou crescimento de até 800% em determinados produtos, sobretudo em itens de casa conectada.

"Durante os últimos meses, o e-commerce se tornou um dos nossos principais canais de venda, acelerando a execução de algumas ações que já prevíamos a curto e médio prazo. Com as pessoas permanecendo mais em casa, seja por conta do home office ou para viver mais o lar, nosso mix de produtos foi compatível com muitos desses novos momentos", disse Luciano Barbosa.

A Xiaomi anunciou ainda parceria com o aplicativo de delivery Rappi. Os clientes que estiverem próximos às duas lojas físicas da empresa, localizadas nos shoppings Center Norte e Ibirapuera, em São Paulo, poderão adquirir os produtos da marca chinesa, com entrega no mesmo dia da compra.