PUBLICIDADE
Topo

Vale? Xiaomi traz ao Brasil celular com tela de última geração por R$ 3 mil

Poco X3 NFC, novo celular da Xiaomi no Brasil - Divulgação
Poco X3 NFC, novo celular da Xiaomi no Brasil Imagem: Divulgação

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

08/10/2020 13h00Atualizada em 08/10/2020 14h19

Sem tempo, irmão

  • Poco X3 NFC é o novo lançamento da Xiaomi no Brasil
  • Celular é voltado a gamers e tem tela com taxa de atualização de 120 Hz
  • Smartphone tem câmera com quatro lentes na traseira do aparelho
  • Preços começam em R$ 3 mil no Brasil - alta do dólar afetou a Xiaomi

A nova aposta da Xiaomi no Brasil é um celular que custará a partir de R$ 3 mil. Anunciado nesta quinta-feira (8) pela empresa, o Poco X3 NFC é um aparelho intermediário que tem como destaque uma tela com a taxa de atualização de 120 Hz, tecnologia vista em celulares tops de linha de outras fabricantes, como a Samsung.

O novo smartphone da marca no país será novamente importado da China e conta com recursos gamers. O próprio processador é direcionado para isso. Serão dois modelos diferentes lançados por aqui:

  • 64 GB: R$ 2.999
  • 128 GB: R$ 3.299

A empresa diz que o Poco X3 NFC tem "tudo o que você precisa e não tem o que não precisa". Na prática, isso faz o celular ter recursos como a citada tela de 120 Hz, mas perder outros (que não são tão desnecessários assim como a marca aponta) como uma resistência maior contra poeira e contato com água.

A ideia da Xiaomi é criar no Brasil uma linha separada para os Pocophones. Por isso o marketing da linha já foi separado do das outras linhas da empresa. Os celulares fazem sucesso fora do país e a empresa espera que a aceitação se repita aqui.

"Teve uma aceitação muito grande ao redor do mundo", afirma ao Tilt Luciano Barbosa, diretor do projeto Xiaomi no Brasil, sem citar números. "A gente estava estruturando ainda a comunicação por aqui das outras linhas, mas agora com esse sucesso mundial resolvemos repetir essa comunicação apartada, com rede social exclusiva".

Atualmente, os smartphones da Xiaomi são importados ao Brasil pela DL Eletrônicos, que já tinha trazido ao país o Pocophone F1 no ano passado. Recentemente, a importação foi impactada pelo aumento do dólar, que elevou os preços da marca no país. A ideia é criar uma fabricação nacional, mas o plano continua só no papel por enquanto.

"A alta do dólar afetou diretamente. O grande problema é quando está muito instável, como aconteceu em abril. Não sabíamos se ia bater R$ 6,50 ou se caía para R$ 5. Agora que consideramos semiestabilizado está melhor, vimos todas as marcas recolocando os preços depois disso", aponta Barbosa.

Tela de última geração

O grande destaque do celular é a tela com taxa de atualização de 120 Hz aparecendo em um smartphone da faixa intermediária. Essa tecnologia de tela —que é especulada em ao menos um dos próximos iPhones— já apareceu nos recentes lançamentos top de linha da Samsung como Galaxy S20, Galaxy Note 20 e o dobrável Galaxy Z Fold 2.

A taxa de 120 Hz melhora a latência visual dos celulares, deixando as transições mais rápidas e fluidas na tela. Nos testes de Tilt com celulares recentes que já contam com isso, notou-se uma melhora de fato nos conteúdos, mas não parece algo a incentivar a compra do aparelho só por causa disso. Além disso, gasta muita bateria.

A tela ainda é bem grande: tem 6,67 polegadas, com o design em furo na tela centralizado. A resolução é Full HD+ —outros celulares possuem resoluções maiores, principalmente tops de linha— e a Xiaomi promete uma "resposta na tela 33% mais rápida do que outros smartphones do mercado".

Na traseira, o design é diferente da maioria dos celulares da atualidade, que têm adotado as lentes da câmera em uma moldura. No caso do Poco X3 NFC, elas ficam centralizadas e em círculo. O smartphone chega nas cores cinza e azul.

Feito para gamers

A marca ainda destaca que o aparelho é voltado para gamers, mercado que cresce cada vez mais em celulares. Começando pelo processador, que é um Snapdragon 732G. O G acompanhado do número do chip top de linha significa que ele é voltado a jogos.

O Poco X3 NFC ainda tem uma tecnologia chamada LiquidCool Plus, que reduz a temperatura do processador em até seis graus, segundo a Xiaomi. Tecnologias específicas para games, como o Game Turbo 3.0, ainda otimizariam a performance do smartphone em jogos.

Além disso, o aparelho tem uma bateria relevante de 5.160 mAh que a coloca entre as maiores do mercado na atualidade. O Galaxy M31, da Samsung, conta com 6.000 mAh. O Poco X3 NFC ainda vem com carregamento rápido que vai de 0% a 100% em pouco mais de uma hora, de acordo com a Xiaomi.

Como o próprio nome informa, ele vem com tecnologia NFC, que permite comunicação entre outros aparelhos e pagamento por proximidade. Mas é uma tecnologia relativamente antiga e bastante adotada pelo mercado.

Diferentemente da maioria dos smartphones atuais, o Poco X3 NFC tem entrada para fone de ouvido. A resistência a água e poeira é apenas IP53, que protege só contra contra respingos no celular. Ou seja, mais chances de você ter problemas com água no aparelho.

Várias câmeras

Seguindo a tendência atual, o Poco X3 chega com um conjunto grande de câmeras na traseira. No total são quatro lentes diferentes:

  • Um sensor principal de 64 MP
  • Um sensor grande angular de 13 MP
  • Um sensor macro de 2 MP
  • Um sensor de profundidade de 2 MP

Em termos de variedade, é um conjunto semelhante a outros celulares atuais como o Redmi Note 9, da própria Xiaomi, o Galaxy A51 e A71, da Samsung, além do Moto G9 Plus, da Motorola.

Na frente, a câmera frontal tem 20 MP. É bom sempre lembrar que megapixel não é tudo em celulares e que a qualidade das lentes depende mais de outros fatores.

Ficha técnica: Poco X3 NFC

  • Tela: 6,67 polegadas Full HD+
  • Sistema operacional: Android 10 (interface MIUI 12)
  • Processador: Snapdragon 732G (velocidade até 2,3 GHz)
  • Memória: 6 GB (RAM) e 64 GB ou 128 GB (armazenamento)
  • Câmeras: traseira quádrupla (64 MP + 13 MP + 2 MP + 2 MP) e frontal (20 MP)
  • Bateria: 5.160 mAh
  • Preço: R$ 2.999 (64 GB); R$ 3.299 (128 GB)