PUBLICIDADE
Topo

iPhone 11 é o celular mais popular do mundo no 1º semestre; confira lista

iPhone 11 lidera unidades enviadas para lojas no primeiro semestre - Divulgação
iPhone 11 lidera unidades enviadas para lojas no primeiro semestre Imagem: Divulgação

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

02/09/2020 15h58

Sem tempo, irmão

  • iPhone 11 é o celular com mais unidades enviadas a lojas no 1º semestre
  • Galaxy A51, da Samsung, aparece bem atrás na segunda posição
  • Xiaomi cresceu no ranking e aparece com quatro unidades na lista
  • Levantamento é sobre unidades enviadas, parâmetro para saber quantas são vendidas

Em meio aos mistérios e especulações sobre seu novo lançamento, a Apple tem motivos para comemorar: o iPhone 11 foi o smartphone mais popular no primeiro semestre de 2020. Outros quatro modelos da maçã aparecem no top 10 mundial, de acordo com ranking da Omdia, empresa especializada em pesquisas no mercado de tecnologia.

O levantamento considera unidades enviadas dos celulares às lojas, não necessariamente vendidas. Essa métrica costuma ser um termômetro para as vendas —quanto maior a procura e a venda de um smartphone, mais unidades são enviadas aos lojistas. Mas não dá para afirmar que são celulares "vendidos" de fato.

Segundo o levantamento, 37,7 milhões de iPhones 11 foram enviados na primeira metade deste ano. É, disparado, o aparelho mais popular do mundo. Juntando com os modelos SE, XR, 11 Pro Max e 11 Pro, a Apple enviou 68,8 milhões de smartphones entre janeiro e julho —um recorde, mesmo com as restrições da pandemia de covid-19.

"Um fator chave para o sucesso do iPhone 11 é o baixo preço de entrada. Ele foi lançado 50 dólares mais barato que o iPhone XR e com melhorias significativas de hardware, como a câmera dupla", diz o relatório.

No ano passado, a Apple também liderou a lista com o iPhone XR, que aparecia com 26,9 milhões. O "baratinho" SE 2020, lançado em abril deste ano, já é um sucesso, com 8,7 milhões de envios em três meses.

A medalha de prata de 2020 ficou com o Galaxy A51, da Samsung, com 11,4 milhões de envios. Em relação ao mesmo período de 2019, a sul-coreana tinha quatro modelos no ranking (totalizando 44,5 milhões de aparelhos) e agora apenas um, perdendo lugar para a Xiaomi.

Vale lembrar que o A51 é um aparelho intermediário. Nenhum dos top de linha da Samsung, como a família Galaxy S, entrou nas listas.

A Xiaomi, por sua vez, superou as expectativas, passando de dois para quatro modelos Redmi no novo ranking: Note 8, Note 8 Pro, 8A e 8. Eles, que também têm preço mais acessível, somam 35,3 milhões de unidades enviadas neste ano. É curioso que os modelos mais recentes da fabricante —o Redmi Note 9 e Note 9 Pro— não estão no ranking.

"A performance de smartphones mais baratos está melhorando, e a preferência dos consumidores por modelos medianos está crescendo devido à recessão econômica, o que torna os smartphones da Xiaomi populares em mercados emergentes", disse a Omdia.

Confira o ranking completo do primeiro semestre de 2020:

1 - iPhone 11 - Apple - 37,7 milhões
2 - Galaxy A51 - Samsung - 11,4 milhões
3 - Redmi Note 8 - Xiaomi - 11 milhões
4 - Redmi Note 8 Pro - Xiaomi - 10,2 milhões
5 - iPhone SE - Apple - 8,7 milhões
6 - iPhone X - Apple - 8 milhões
7 - iPhone 11 Pro Max - Apple - 7,7 milhões
8 - Redmi 8A - Xiaomi - 7,3 milhões
9 - Redmi 8 - Xiaomi - 6,8 milhões
10 - iPhone 11 Pro - Apple - 6,7 milhões

Compare com o ranking do primeiro semestre de 2019:

1 - iPhone XR - Apple - 26,9 milhões
2 - Galaxy A10 - Samsung - 13,4 milhões
3 - Galaxy A50 - Samsung - 12 milhões
4 - A5 - Oppo - 10,5 milhões
5 - iPhone 8 - Apple - 10,3 milhões
6 - Redmi 6A - Xiaomi - 10 milhões
7 - Redmi Note 7 - Xiaomi - 10 milhões
8 - Galaxy J2 Core - Samsung - 9,9 milhões
9 - iPhone XS Max - Apple - 9,6 milhões
10 - Galaxy A30 - Samsung - 9,2 milhões