PUBLICIDADE
Topo

Taiwan acusa China de comandar ataques cibernéticos para roubo de dados

Os ataques contra Taiwan teriam começado em 2018  - Getty Images
Os ataques contra Taiwan teriam começado em 2018 Imagem: Getty Images

De Tilt, em São Paulo

19/08/2020 16h50

Taiwan afirmou hoje que grupos de hackers ligados ao governo da China atacaram pelo menos dez agências governamentais e cerca de 6.000 contas de e-mail de funcionários do governo para roubar dados importantes. As informações são da Reuters.

Ainda de acordo com a publicação, o governo de Taiwan tem alertado sua população para o que as autoridades chamam de "infiltração onipresente" da China.

"Há muito tempo os grupos de hackers chineses se infiltram em agências governamentais e seus provedores de serviços de informação", disse o vice-diretor do Escritório de Investigação de Segurança Cibernética de Taiwan, Liu Chia-zung.

"Eles queriam adquirir documentos e dados governamentais importantes", acrescentou.

Liu ainda afirmou que os dois grupos de hackers envolvidos, Blacktech e Taidoor, são apoiados pelo Partido Comunista Chinês.

Os ataques teriam começado em 2018 e os dados roubados não foram identificados. O governo chinês nega o envolvimento com o caso.