PUBLICIDADE
Topo

Vidrado em vídeo de pão e meditação? YouTube diz que tendência é mundial

Freepik
Imagem: Freepik

Ana Prado

Colaboração para Tilt

11/08/2020 08h37

Se você tem aproveitado a quarentena para ver tutoriais ensinando a fazer pão ou ficou viciado em vídeos com sons da natureza, saiba que não é o único. De acordo com um novo relatório do YouTube, milhões de pessoas, do Canadá à Austrália e da Alemanha ao Japão, estão fazendo exatamente a mesma coisa.

"Com todo mundo online por mais tempo, vídeos sobre temas já populares antes da pandemia, como games ou música, naturalmente ganharam ainda mais views. Mas notamos algumas novas tendências que cresceram de forma incomum em todo o planeta nesse período", afirma Kevin Alloca, diretor de cultura e tendências globais do YouTube, em entrevista exclusiva ao Tilt.

O relatório leva em conta a atividade no YouTube em diversos países entre 1º de fevereiro de 2020 e 1º de maio de 2020, quando a maior parte do mundo estava vivendo um momento semelhante em relação ao confinamento. Dados como número de uploads, visualizações, uso de palavras-chave e engajamento possibilitaram detectar os assuntos mais populares no período.

Os resultados foram agrupados em três categorias: autocuidado, identidade e conexão social.

A audiência de vídeos com exercícios de ioga dobrou no período, enquanto o número de visualizações de conteúdos ligados a meditação guiada aumentou 40%. Esses temas, bem como sons da natureza, exercícios em casa e receitas lideram as tendências listadas no relatório sob a categoria "autocuidado".

Vídeos usando o termo "comigo" (ou "with me", em inglês), em que youtubers convidam os espectadores a acompanhá-los em atividades diversas, cresceram 600% após o início da quarentena. Eles estão na categoria "conexão social", junto com tutoriais ensinando a fazer máscaras de proteção contra o coronavírus e os vídeos sobre pães de fermentação natural, café dalgona (bebida famosa na Coreia do Sul) e tours em museus.

Vídeos com dicas de culinária, jardinagem, beleza, cortes de cabelo e lives de cerimônias religiosas completam a lista, sob a categoria "identidade".

Para Alloca, a explicação do sucesso desses conteúdos está em sua conexão com necessidades humanas básicas. "As pessoas provavelmente estão interessadas nesses vídeos não por causa do pão ou do café em si, mas pela vontade de fazer parte de um grupo que está experimentando as mesmas coisas, ainda que nem sempre tenham consciência disso", diz.

Com o isolamento social, assistir a vídeos em casa passou a ser uma das principais formas de passar o tempo para muita gente ao redor do planeta. Entre abril e junho, o tempo gasto em serviços de streaming de filmes, séries e vídeos em geral foi 63% maior em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com a consultoria Conviva.

E no Brasil?

Em comparação com o resto do mundo, o Brasil teve um crescimento ainda mais acentuado na audiência de vídeos com receitas fáceis, exercícios em casa e dicas de como fazer a própria máscara, além das transmissões religiosas.

"As maiores lives já feitas no YouTube são de artistas brasileiros, mas consideramos que as religiosas são uma particularidade deste momento. A audiência era enorme especialmente aos domingos, talvez por ser um dia em que as pessoas costumavam ir presencialmente para serviços religiosos", diz Alloca.

Tipos de vídeos que bombaram durante a quarentena

Exercícios em casa

As visualizações diárias de vídeos de exercícios com "sem equipamento" ou "em casa" no título quadruplicaram.

Destaques, segundo o YouTube:

Máscaras faciais

Os tutoriais para costurar máscaras de proteção contra o coronavírus foram vistos mais de 400 milhões de vezes desde março.

Destaques:

Faça #comigo

As visualizações de vídeos com o termo no título cresceram 600% após o início do isolamento.

Destaques:

Jardinagem

Vídeos com dicas para pessoas com espaço limitado em casa foram especialmente bem-sucedidos no período.

Destaques:

Cortes de cabelo

Com salões de beleza fechados, tutoriais para cortar o cabelo em casa bombaram em diversas localidades.

Destaques:

Sons da natureza

Para combater a ansiedade no confinamento, vídeos sobre meditação ou com sons da natureza ganharam ainda mais popularidade.

Destaques:

Eventos religiosos

Populares especialmente aos domingos, transmissões religiosas chegaram a superar os e-sports em visualizações simultâneas.

Destaques:

Fermentação natural

A média de visualizações diárias de vídeos com "receitas fáceis" no título aumentou 65%, com destaque para as de pão com fermentação natural.

Destaque: