PUBLICIDADE
Topo

Falta pouco! O que esperar do Note 20 e do novo celular dobrável da Samsung

Site da Samsung na Rússia teria vazado sem querer fotos do novo celular - Reprodução/Samsung
Site da Samsung na Rússia teria vazado sem querer fotos do novo celular Imagem: Reprodução/Samsung

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

02/08/2020 04h00

O lançamento dos próximos celulares top de linha da Samsung estão previstos para a próxima quarta-feira (5). Segundo rumores e "vazamentos", devemos ver não apenas o Galaxy Note 20, como costuma ocorrer em agosto, mas também o sucessor do dobrável Galaxy Fold.

Ao contrário dos últimos anos, o lançamento não ocorrerá com um evento grandioso em Nova York. Por causa da pandemia do coronavírus, a Samsung fará um anúncio online para revelar os novos aparelhos —assim como outras marcas têm feito nos últimos meses.

Mesmo assim, os celulares não devem economizar em novas tecnologias. O Galaxy Note 20 costuma ser o mais poderoso aparelho da marca, mas comentamos no nosso review do Fold que o dobrável tem tudo para tornar a linha Note menos necessária.

É previsto ainda que vejamos o Galaxy Buds Live, novo fone de ouvido bluetooth da marca e sucessor do Buds+. O Live teria um design diferente com formato de "feijão" para se encaixar na orelha. Há rumores de que venha com cancelamento ativo de ruído.

Segundo informações da Samsung, o lançamento envolverá um novo "ecossistema Galaxy", o que pode significar lançamentos de mais produtos, como novas versões do relógio Galaxy Watch e do tablet Galaxy Tab.

Galaxy Note 20

São esperados dois modelos: o Galaxy Note 20 e o Note 20 Ultra —terminologia que começou com a família S20. Houve rumores sobre um Note 20 Plus, mas é provável que só tenhamos duas versões, de acordo com o usuário do Twitter Ice Universe, que costuma dar informações sobre novidades da Samsung. Devem ser lançadas versões 5G e 4G.

Design: semelhante ao S20

O design dos novos aparelhos deve se diferenciar pouco do visto na linha Galaxy S. O Note 20 e o 20 Ultra, diferentemente do Note 10, devem contar com um design de moldura na câmera traseira que virou moda entre celulares, segundo vazamentos. A borda da lente deve ser mais "saltada" e parecida com o iPhone 11.

Uma imagem vazada do site da Samsung na Rússia aparentemente confirma o design especulado, com uma nova cor bronze para o aparelho. Essa é a mesma cor que a companhia tem usado para divulgar o evento desta quarta-feira. São especuladas ainda as cores preta, branca e verde.

Versão bronze do Galaxy Note 20 Ultra bate com a cor das imagens promocionais do evento - Reprodução/Jimmy is Promo - Reprodução/Jimmy is Promo
Galaxy Note 20 na corte preta, segundo vazamento de youtuber
Imagem: Reprodução/Jimmy is Promo

O celular deve seguir em um estilo mais "quadrado" em relação à linha S e deve ter uma tela gigante, como os últimos lançamentos da Samsung. Vazamentos apontam para uma tela quase sem bordas de 6,42 polegadas no Note 20 e 6,87 (ou até 6,9) para o Note 20 Ultra. A maior tela da linha Note 10 tinha 6,8 polegadas.

O furo central no topo da tela deve ser mantido, assim como já havia ocorrido para o S20 e Note 10. A tela do novo celular, segundo o Ice Universe, ainda deve suportar a taxa de 120 Hz como no S10. Esse modo deixa animações mais rápidas, mas consome mais bateria. Ele pode ser, ainda, o primeiro aparelho com o vidro resistente Gorilla Glass 7.

Rumores falam que a tela curva do celular nas laterais será dispensada, o que não seria de todo mal, já que ela nunca fez tanta diferença. Alguns sites apontam que o Note 20 teria a tela plana, enquanto o Ultra viria com a versão curva.

Quatro câmeras

Espera-se que os dois aparelhos cheguem com três câmeras traseiras, além de um sensor extra em cada. Ficaria assim:

  • Galaxy Note 20: principal de 12 MP + teleobjetiva de 64 MP + grande angular de 12 MP + sensor Time of Flight
  • Galaxy Note 20 Ultra: principal de 108 MP + teleobjetiva de 13 MP + grande angular de 12 MP + sensor laser focus

Um tweet do Ice Universe aponta que o Galaxy Note 20 não terá o Space Zoom da linha S —ou seja, não conseguirá dar o bizarro zoom de 100x; o máximo deve ser de 50x. O sensor laser focus foi apontado por um vazamento de um perfil sul-coreano do Twitter e viria para corrigir problemas no foco da câmera relatados por alguns usuários do S20 Ultra.

As configurações de vídeo dele também prometem: o celular poderá fazer gravações na alta resolução 8K (padrão usado em cinemas) a 24 fps (quadros por segundo), além de 4K em 60 fps, 30 fps e 24 fps.

Processador poderoso

A linha Note chega sempre com o que há de mais poderoso no mercado em termos de processador e, neste ano, não deve ser diferente. Após o anúncio da Qualcomm sobre o Snapdragon 865 Plus, rumores indicaram que essa versão deve pintar no Note 20.

Versão bronze do Galaxy Note 20 Ultra bate com a cor das imagens promocionais do evento - Reprodução/WinFuture.de - Reprodução/WinFuture.de
Versão bronze do Galaxy Note 20 Ultra bate com a cor das imagens promocionais do evento
Imagem: Reprodução/WinFuture.de

Fora dos Estados Unidos, é provável que a Samsung use seus próprios processadores, mas correspondentes ao Snapdragon 865 Plus, que roda a 3,1 GHz. Mas rumores apontam o uso do Exynos 990 (2,7 GHz), o mesmo do S20 e um pouco mais lento do que o modelo da Qualcomm.

Recentemente, um grande vazamento vindo de um site alemão apontou que o Note 20 terá a capacidade de rodar 90 jogos do Xbox por streaming de games no Xbox Game Pass. Isso pode tornar o celular praticamente um videogame portátil.

Segundo o SamMobile, o novo celular teria capacidade de armazenamento de 256 GB ou 512 GB. Os rumores indicam ainda que o aparelho terá 12 GB de RAM.

Já em relação à bateria, rumores do Galaxy Club e do Sam Mobile indicam que a variante menor do aparelho tenha entre 4.000 mAh e 4.300 mAh, enquanto a maior pode chegar a 5.000 mAh. Os celulares ainda devem vir com carregamento rápido de 25W.

Caneta e leitor de digital turbinado

Principal diferencial da linha Galaxy Note, a caneta S Pen deverá vir nas mesmas cores do Note 20. Uma nova funcionalidade, apontada pelo youtuber especializado em Samsung Jimmy is Promo, seria tornar a caneta uma espécie de mouse para navegar pelo celular. Isso poderia vir a calhar para usar o DeX, equipamento da Samsung para fazer o celular funcionar no PC e que, de acordo com vazamentos, pode nem precisar de fio na nova versão.

Além disso, o Note 20 deve contar com um novo e mais poderoso leitor de digitais embutido na tela, que serviria bem em tempos em que é difícil usar o reconhecimento facial por causa do uso de máscaras.

Segundo Ross Young, chefe de uma consultoria de suprimentos para telas, esse leitor de digital seria o 3D Sonic Max, scanner digital da Qualcomm. Ele é 17 vezes maior do que o antecessor, o que aumenta a área de leitura do dedo. A Qualcomm ainda diz que ele tem uma velocidade maior para desbloqueio.

Galaxy Z Fold 2

A Samsung também deve apresentar no evento o sucessor do celular dobrável que vira um tablet quando aberto. O nome dele deve ganhar um "Z" e chegar como Galaxy Z Fold 2, um ano e meio após o lançamento acelerado da primeira versão, que gerou problemas e só foi lançada de verdade em setembro de 2019.

A expectativa é que o Z Fold 2 tenha vendas previstas para setembro ou outubro. O primeiro celular chegou por quase US$ 2 mil e espera-se que o novo custe em torno desse valor, ou tenha uma pequena queda de preço. Há rumores de que uma versão mais baratinha e menos potente seja apresentada, custando bem menos.

Design corrige erros

O jornalista Max Weinbach apontou que o celular pode vir com diferentes opções de design, variando entre alumínio com vidro e aço inoxidável com cerâmica. As cores do aparelho devem ser azul, prata, ouro, rosa e preto.

Quando aberto como um livro, ainda não está claro como será o design das câmeras. Há quem diga que terá o mesmo entalhe do primeiro Fold, outros apostam em um furo na tela com uma câmera única e há quem diga que a Samsung possa colocar uma câmera sob a tela.

A tela frontal do dispositivo, que tinha um formato bem estranho e cheio de bordas na primeira versão, pode ter um melhoramento grande, ficando sem bordas e com um entalhe em gota para a câmera, de acordo com Weinbach.

Já a tela aberta, que media 7,3 polegadas na primeira versão, pode aumentar para 8 polegadas desta vez. O site ETNews aposta em 7,7 polegadas na tela interior e 6,23 na tela exterior, sendo esta última bem aumentada em relação às 4,6 polegadas da versão anterior.

Câmeras turbinadas

Se o primeiro Fold já espantava com seis câmeras, o novo celular pode, segundo Weinbach, usar as mesmas câmeras do Galaxy S20 Plus: uma principal de 12 MP, uma teleobjetiva de 64 MP e uma grande angular de 12 MP, além do sensor Time of Flight, que mede distância entre objetos.

Esses dados também bateram em outros vazamentos de Ross Young e do ETNews. Possivelmente o celular ainda terá mais duas câmeras frontais de 10 MP, uma no visor interior e outra no exterior.

Poderoso

Em termos de desempenho, o Z Fold 2 deve vir com um processador Snapdragon 865, o mesmo usado pelos principais tops de linha Android pelo mundo, de acordo com Weinbach. Já o ETNews aponta que o celular deve vir com o Snapdragon 865 Plus, recém-lançado pela Qualcomm.

A bateria pode se manter estável em relação ao modelo anterior, caindo um pouco para 4.365 mAh. Será curioso como a Samsung fará para manter um bom desempenho da bateria em uma tela maior, mesmo com uma possível diminuição de sua capacidade.

Outra novidade, de acordo com Weinbach, é que o Fold pode ganhar uma caneta S Pen. Se acontecer, o Note pela primeira vez não seria o único celular da Samsung com o acessório. Isso mostra mais ainda a tendência da linha Fold acabar canibalizando a Note.

Mas sites sul-coreanos apontam que a marca pode não conseguir incluir a S Pen neste ano por causa do visor diferente do celular, adaptado para ser dobrável. Os engenheiros não teriam conseguido construir um visor flexível o suficiente para ficar dobrado e ao mesmo tempo rígido para aguentar o uso de uma caneta.