PUBLICIDADE
Topo

Será o fim da distração? Novo painel de carro adivinha o que motorista quer

Painel "touchless" livre de Covid-19 - Divulgação/Jaguar Land Rover
Painel "touchless" livre de Covid-19 Imagem: Divulgação/Jaguar Land Rover

Mirthyani Bezerra

Colaboração para Tilt

23/07/2020 12h34

Em um futuro bem próximo você não vai mais precisar nem tocar no painel do seu carro para acionar funções como ligar o rádio, mudar a música ou pesquisar no GPS. Um novo sistema de IA (inteligência artificial) da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, em parceria com a Jaguar Land Rover, permite que o painel rastreie o dedo do próprio usuário no ar. Isso faz com que ele não precise mais tocar fisicamente na tela para selecionar alguma opção.

Chamado de "toque preditivo" pelos pesquisadores, o sistema faz o rastreamento usando uma série de sensores, câmeras e IA capazes de descobrir para onde a pessoa está apontando. Ao eliminar a necessidade de contato físico, o painel se torna uma opção estéril importante em um mundo pós-covid-19 e, ainda, sem uma vacina.

"Sabemos que certos patógenos podem ser transmitidos por meio de superfícies. Portanto, essa tecnologia pode ajudar a reduzir o risco desse tipo de transmissão", disse Simon Godsill, professor do departamento de Engenharia da Universidade de Cambridge.

Ainda não houve anúncio oficial sobre as telas não-tácteis. Mas a Jaguar Land Rover já informou que vai adaptar os painéis dos seus modelos em um futuro próximo, sem detalhar quando o recurso estará disponível, quanto custará ou quais automóveis o receberão.

Como a tecnologia funciona?

A tecnologia usa IA e um rastreador de gestos, incluindo sensores de visão e de rádio-frequência, para determinar o que o usuário quer acionar. Informações contextuais também são levadas em consideração, como a identidade de quem usa o dispositivo e as condições ambientais, para melhorar a precisão.

Dados sobre inércia, trajetória da mão, direção do olhar e orientação do dedo são calculados por esses sensores e enviados para um sistema de computador central que adivinha o que a pessoa gostaria de pressionar.

A tecnologia sem toque controla todo o sistema de computador de bordo do carro e permite que tanto o motorista quanto os passageiros mudem a estação de rádio, alterem o aquecimento e verifiquem o GPS. Ela foi criada em laboratório antes de avançar para simuladores de condução e, finalmente, protótipos para automóveis.

Os pesquisadores afirmam que o sistema reduz a interação e o esforço em até 50% devido à sua velocidade e precisão. Além disso, melhora a segurança dentro do veículo, reduzindo distrações para quem está no volante.

"Essa tecnologia nos oferece a chance de tornar os veículos mais seguros, reduzindo a carga cognitiva dos motoristas e aumentando a quantidade de tempo que eles podem gastar concentrados na estrada à frente", diz Lee Skrypchuk, especialista técnico em interface homem-máquina da Jaguar Land Rover.