PUBLICIDADE
Topo

Quer ajudar a Nasa a desenvolver um banheiro na Lua? Vale US$ 35 mil

Imagem de divulgação do "Lunar Loo Challenge" (desafio do banheiro lunar) da Nasa - Divulgação/Nasa
Imagem de divulgação do "Lunar Loo Challenge" (desafio do banheiro lunar) da Nasa Imagem: Divulgação/Nasa

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

26/06/2020 12h04

Em 2024, mais um homem e a primeira mulher irão pisar na Lua pelo Projeto Artemis, da Nasa. Ainda falta muita preparação, e isso inclui algo com pouco glamour: privadas. A agência espacial americana quer sua ajuda para criar uma solução. O "Lunar Loo Challenge" (desafio do banheiro lunar) vai distribuir US$ 35 mil aos ganhadores.

Banheiros espaciais já existem, por exemplo, na Estação Espacial Internacional (ISS). Mas o desafio agora é desenvolver um equipamento menor e mais eficiente, que funcione tanto na microgravidade do espaço como na gravidade lunar.

Nas missões do Programa Apollo, que levou Neil Armstrong e Buzz Aldrin à Lua, em 1969, os astronautas usavam dispositivos pessoais de coleta de urina, parecidos com camisinhas, conectados a um sistema de descarte que ejetava os fluídos pela lateral da espaçonave. Resíduos sólidos, por sua vez, envolviam o uso de sacos com bordas adesivas, para facilitar a "coleta".

O saco, onde também era descartado o papel higiênico, recebia pílulas germicidas e ia para um compartimento especial para dejetos. Era um processo tão desgastante que os astronautas evitavam ir ao banheiro pelo maior tempo possível. Suas refeições eram especialmente montadas pensando na nutrição, nas calorias e no que os médicos chamam de "baixo resíduo".

As atuais privadas da ISS são projetadas para funcionar apenas na microgravidade —ou seja, na ausência de peso. Já a gravidade na Lua é aproximadamente um sexto da que sentimos aqui na Terra. O que significa que os objetos, incluindo fluidos corporais, vão cair, porém mais lentamente do que estamos acostumados.

Pense nisso dentro de uma privada. Teve uma ideia brilhante? Designs de privadas lunares podem ser enviados para a rede de inovação HeroX, que está organizando o concurso. O prêmio de US$ 35 mil será dividido entre os três melhores projetos da categoria Técnica. Há também a categoria Junior, que premiará três jovens (até 18 anos) com produtos oficiais da Nasa.

Há diversos requisitos técnicos para o banheiro lunar dos sonhos. Os participantes terão de levar em conta fatores como enjoos e necessidades femininas. Por exemplo, ganhará mais pontos quem conseguir desenhar um método de coletar vômito sem que os astronautas tenham de enfiar a cabeça na privada.

O prazo para envio dos designs vai até 17 de agosto. Os vencedores adultos serão anunciados em 30 de setembro, e os jovens em 20 de outubro.