PUBLICIDADE
Topo

Cufa e Uber Eats recolhem doações para moradores de favelas

Joel Carillet/Getty Images
Imagem: Joel Carillet/Getty Images

da Agência Brasil

16/04/2020 20h46

A Central Única das Favelas (Cufa) firmou parceria com a Uber Eats para doação de cestas básicas e kits de higiene a comunidades carentes afetadas pelo novo coronavírus em cinco capitais: Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Curitiba e Porto Alegre.

Qualquer pessoa pode doar por meio da loja virtual "A comunidade nos move", disponível no aplicativo Uber Eats. Basta entrar e escolher entre gêneros alimentícios e produtos de higiene.

Para ajudar, a pessoa entra no aplicativo do Uber Eats, procura pela loja "A comunidade nos move", seleciona os produtos que quer doar e finaliza a compra.

De acordo com a assessoria da Uber, o usuário não precisa fazer nenhuma alteração no endereço de entrega. A Uber receberá o pedido e fará a entrega diretamente aos centros de distribuição da Cufa.

Vulnerabilidade

O fundador da Cufa, Celso Athayde, destacou que as favelas brasileiras estão sofrendo muito com as medidas de isolamento adotadas em função da pandemia do novo coronavírus e estão mais vulneráveis.

Por isso, avaliou que "é fundamental reforçar a rede de apoio da Cufa por meio de parcerias, para levar itens básicos de alimentação e higiene a essas pessoas, dando um pouco de alento a elas nesse momento de pandemia", disse Athayde.

As cestas serão entregues pela Cufa ao longo das próximas semanas em centros de distribuição coordenados pela entidade nas cinco capitais.

Cufa

A Central Única das Favelas foi criada há 20 anos, no Rio de Janeiro, a partir da união entre jovens de várias favelas que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.

Essa é a maior organização não governamental (ONG) focada em favelas do Brasil e está presente em mais de 15 países. A ONG é reconhecida nacional e internacionalmente nos âmbitos político, social, esportivo e cultural.

Com parcerias, apoios e patrocínios, a Cufa atua como um polo de produção cultural e esportes desde 1999, promovendo a integração e a inclusão social.

A entidade forma e informa cidadãos de São Paulo, do Rio de Janeiro e dos outros 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, e de países como Bolívia, Alemanha, Chile, Hungria, Itália e Estados Unidos.

Os profissionais que trabalham na Cufa são, em grande parte, jovens formados nas oficinas de capacitação e profissionalização das bases da instituição, oriundos das camadas menos favorecidas da sociedade, em sua maioria, moradores de comunidades carentes.