PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: tudo que você precisa saber para usar banco digital

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Vinícius de Oliveira

Colaboração para Tilt

01/04/2020 04h00Atualizada em 01/04/2020 16h13

Sem tempo, irmão

  • Bancos estão funcionando em horário reduzido desde 24 de março
  • Agências reforçaram usos dos canais digitais na crise do novo coronavírus
  • Apps permitem consultas de saldos, pagamentos de contas e transferências
  • Itaú, Bradesco, Caixa e Banco do Brasil também interagem via WhatsApp

Você está em casa há dias nesta crise do coronavírus e precisa ir a um banco? Infelizmente não temos boas novas: as agências bancárias estão funcionando desde 24 de março em horário reduzido, das 10h às 14h para evitar a propagação do covid-19. É por isso que o banco online acaba sendo o principal refúgio de quem precisa mexer constantemente no seu dinheiro.

A recomendação da Febraban (Federação Brasileira de Bancos) é que os clientes evitem se deslocar até as agências físicas. Em vez disso, usem e abusem dos canais digitais e telefônicos para realizar operações bancárias.

Para ajudar você a otimizar seu tempo, Tilt separou algumas dicas que como utilizar os canais digitais dos principais bancos do país. Para quem vai começar do zero, alguns detalhes do cadastro poderão exigir uma ida a uma agência física, então fique ligado nos horários restritos das agências.

As informações abaixo vieram dos sites oficiais dos bancos —alguns deles colocaram nas páginas principais chamadas para dúvidas referentes ao período da crise do coronavírus.

Baixe o aplicativo

Se você ainda não tem, agora mais do que nunca é recomendado que você utilize os aplicativos de celular dos seus bancos. Com eles, você pode pagar contas, consultar saldos e extratos, fazer transferências bancárias e contratar serviços e empréstimos, entre outras funções. No app da Caixa Econômica Federal, os clientes podem até fazer apostas na Mega-Sena.

Para baixar, basta acessar as lojas de apps de seu respectivo celular ou tablet: Google Play, se você usa celular Android, ou App Store, se tem iPhone. Daí busque pelo(s) nome(s) do(s) banco(s) que você tem conta e instale-os.

Ative a chave de segurança eletrônica

Para a maioria das transações pela internet, é preciso usar um token —isto é, um aparelho ou programa gerador de senhas. Este programa normalmente fica dentro do próprio aplicativo do banco.

O token funciona como uma segunda senha eletrônica, evitando fraudes bancárias na internet. Para isso, o cliente recebe uma senha numérica de seis dígitos que expira em alguns segundos.

No Itaú Unibanco, o iToken pode ser habilitado no próprio aplicativo do banco, mas precisa ser validado depois em um caixa eletrônico. Já no Bradesco, não é preciso ir até o caixa eletrônico se você tiver a versão física da chave de segurança. Caso contrário, também será preciso ir até um caixa para habilitá-lo.

Informe-se sobre como é o sistema adotado por seu banco. Abaixo listamos alguns telefones de atendimento ao cliente dos principais bancos do país.

  • Caixa: 0800 726 0101
  • Banco do Brasil: 0800 602 8001
  • Santander: 4004 3535 capitais e regiões metropolitanas / 0800 702 3535 demais localidades
  • Itaú: 0800 728 0728
  • Bradesco: capitais e regiões metropolitanas 4002-0022 / demais regiões 0800 570 00 22. Exclusivo para internet banking e celular: capitais e regiões metropolitanas 3003 0237 / demais regiões 0800 701 0237

Crie sua assinatura digital

De modo parecido com a chave eletrônica, certos bancos têm a assinatura digital, que é um segundo passo de verificação de segurança. Um deles é o Santander, que além da senha de acesso ao banco, pede aos clientes que habilitem o ID Santander.

A cada transação, ele fornecerá um QR code (aquela figura parecida com um código de barras, só que quadrada) para validação. Para ativar o ID Santander, basta acessar sua conta no aplicativo e seguir o passo a passo descrito na tela do celular. Será preciso ir até um caixa eletrônico para validar essa chave.

O aplicativo da Caixa Eletrônica Federal permite que você crie sua própria assinatura eletrônica, de seis dígitos, pelo próprio aplicativo. Após ser validada em um caixa eletrônico, será possível fazer transferências, pagamentos e investimentos dentro dos canais digitais da CEF.

Autorize seu celular

Ao contrário de outras instituições, o Banco do Brasil exige que o correntista vá até o caixa eletrônico para uso do aplicativo pela primeira vez.

O cliente precisa criar no banco físico uma senha de oito dígitos para liberar o acesso ao app, que permite gerenciamento de cartões, de investimentos, pagamentos, transferências, extratos e recarga de celular. A boa notícia é que desse modo não será preciso criar uma assinatura digital ou usar chave de segurança para realizar as transações pelo app.

Fale com o banco pelo WhatsApp

Quatro dos cinco principais bancos do país também permitem interação com os clientes via WhatsApp. Enquanto no Banco do Brasil é possível fazer 16 operações financeiras pelo aplicativo de mensagens, a Caixa usa o mensageiro para fornecer a segunda via de boletos e tirar dúvidas sobre financiamentos habitacionais.

No Bradesco, o WhatsApp é usado para consultar saldos e extratos, além de permitir o contato direto com a gerência. Já o Itaú Unibanco permite transferências sem sair do aplicativo.

Certificado SSL

Os clientes que preferirem acessar o site das instituições financeiras podem ficar de olho no Secure Socket Layer (SSL), um protocolo de segurança que criptografa seus dados durante as transações financeiras —ou seja, protege melhor sua conta.

Ao entrar no site por um navegador de internet para PC ou notebook, há um ícone de cadeado de segurança ao lado da URL. Clicando nele, uma nova janela com o certificado de segurança irá aparecer. Verifique se no campo "Emitido para" a URL que aparece é a mesma que a URL do banco acessado.

Certificado SSL - Reprodução - Reprodução
Certificado SSL
Imagem: Reprodução

Quais os serviços digitais que os bancos oferecerem?

Além de consultar saldos e extratos, os aplicativos dos bancos permitem contratações de empréstimos, pagamentos de contas de consumo e boletos, recargas de celular e transferências entre contas-corrente e poupanças.

Caixa

Diante da crise do novo coronavírus, a Caixa Econômica Federal possibilitou a pausa do pagamento de empréstimos pessoais e consignados em até 60 dias.

Também será possível pausar o financiamento habitacional via aplicativo Habitação Caixa (Android e iOS) ou pelo telefone 3004-1105 ou 0800 726 0505. Nesses números também é possível realizar a renegociação de dívidas, antecipação da restituição do imposto de renda e parcelamento da fatura do cartão de crédito.

Banco do Brasil

O banco também está prorrogando o pagamento de até duas parcelas de financiamento que micro e pequenas empresas fizeram com a instituição. De acordo com o banco, as parcelas prorrogadas serão migradas para o final do período de pagamento e os juros serão diluídos ao logo do financiamento.

Clientes de pessoa física poderão adiar as parcelas em até 60 dias, no crédito automático, ou até 180 dias no caso do crédito consignado. A renegociação pode ser feita pelo aplicativo ou pelo site.

Itaú

Os clientes que tiverem um empréstimo pela categoria Itaú Crédito Sob Medida podem renegociar o vencimento da sua próxima parcela, optando por pagá-la 60 dias depois da data originalmente acertada. Em caso de empréstimo com garantia de investimento, o cliente pode antecipar o pagamento das próximas duas parcelas utilizando suas garantias.

Já para financiamentos de imóveis e veículos, o banco autoriza postergar o vencimento das suas próximas parcelas em até 60 dias, mantendo a taxa de juros e sem multa.

Santander

Assim como os outros bancos, o Santander irá prorrogar o pagamento das dívidas dos clientes de algumas linhas de crédito, como o crédito pessoal e o financiamento imobiliário. Além disso, o banco aumentou em 10% o limite do cartão de crédito dos clientes que estão com a fatura em dia para ser usado em uma emergência.

Bradesco

Já o Bradesco permitirá a reorganização do contrato de empréstimo pessoal, crédito parcelado e parcelamento do cheque especial em até 90 dias. Empréstimo consignado não terá alterações, e outras modalidades deverão ser consultadas através do Fone Fácil (4002-0022 ou 0800-570-0022).

Ainda preciso ir ao banco, e agora?

Caso precise sacar dinheiro ou usar algum outro serviço, fique de olho no horário de funcionamento da sua agência bancária ou se o estabelecimento estará aberto. Além do horário reduzido das 10h às 14h, agências dentro de shoppings estão fechadas, e idosos e pessoas nos grupos de risco poderão ser atendidos mais cedo, às 9h, para evitar aglomerações.

Além disso, os funcionários dos bancos estão orientados a controlar o acesso dentro das agências, mantendo filas com distância de um a 1,5 metro de distância entre as pessoas. Ao usar o caixa eletrônico, é importante higienizar as mãos após tocar a tela e os botões. Limpe também o cartão, o celular e a carteira com um lenço umedecido em álcool 70% ao voltar para casa.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Errata: o texto foi atualizado
Os telefones corretos do atendimento do Bradesco são 4002-0022 / demais regiões 0800 570 00 22; exclusivo para internet banking e celular: capitais e regiões metropolitanas 3003 0237 / demais regiões 0800 701 0237-- e não 0800 704 8383, como estava anteriormente. O texto foi corrigido.