PUBLICIDADE
Topo

Dragon: como será a última missão da cápsula espacial de carga da SpaceX

Falcon 9 e Dragon durante preparação para lançamento da SpaceX - SpaceX/reprodução
Falcon 9 e Dragon durante preparação para lançamento da SpaceX Imagem: SpaceX/reprodução

Bruna Souza Cruz

De Tilt, em São Paulo

08/03/2020 13h55

Sem tempo, irmão

  • A cápsula Dragon foi enviada para a Estação Espacial Internacional em sua última missão
  • Lançada pela 1ª vez em 2012, a Dragon fez história ao ser a 1ª sonda comercial de carga na ISS
  • A Dragon está levando suprimentos para o espaço e deve ficar cerca de um mês
  • Em seguida, ela voltará para a Terra e será descontinuada

A SpaceX, empresa do bilionário Elon Musk, se prepara para se despedir da cápsula espacial de carga Dragon, a primeira a nível comercial a se chegar na ISS (Estação Espacial Internacional), em 2012. Lançada pelo foguete Falcon 9 na última sexta (6) e munida de suprimentos, ela segue em sua última missão pelos próximos dias.

A previsão é de que a cápsula chegue na ISS nesta segunda-feira (9). O seu objetivo é reabastecer a base espacial, onde três tripulantes trabalham e vivem atualmente. Calcula-se que ela esteja carregando uma carga com mais de 4.500 libras (cerca de 2 toneladas), dividida em suprimentos, equipamentos e experimentos científicos, que inclui um sistema para estudar órgãos.

A Dragon também está levando uma plataforma europeia que ficará conectada no exterior da estação espacial. Isso vai permitir que empresas e instituições de pesquisa possam anexar as próprias cargas ao lado de fora da ISS, informou o site The Verge.

Após chegar na ISS, a cápsula vai permanecer por cerca de um mês. Em seu retorno para a Terra, ela também será carregada com cargas (incluindo experimentos desenvolvidos no espaço) que os tripulantes irão mandar para cá— estima-se 4 mil libras de peso (1,8 toneladas).

Imagem da Dragon durante chegada na ISS em sua missão em setembro de 2014 - Reid Wiseman/ISS
Imagem da Dragon durante chegada na ISS em sua missão em setembro de 2014
Imagem: Reid Wiseman/ISS

"Dragon passou mais de 520 dias ligada ao laboratório em órbita, entregou mais de 95 mil libras de carga [43 toneladas] e retornou mais de 76 mil libras [34,4 toneladas] de volta à Terra", afirmou a SpaceX em seu perfil no Twitter.

Boas-vindas! Dragon 2 vem aí

A morte do primeiro modelo da cápsula espacial de carga dará passagem à Dragon 2, uma versão melhorada.

A nova cápsula foi desenvolvida para que consiga fazer até cinco viagens espaciais— a primeira Dragon foi construída para fazer isso por até três vezes.

"Colocamos todas as lições aprendidas basicamente na Dragon 2, tanto quanto pudemos", afirmou a empresa, segundo o The Verge. Ela também é um pouco maior e tem capacidade para transportar cerca de 20% a mais de volume. Um sistema de paraquedas novo também foi implementado.

A expectativa é que a SpaceX comece a trabalhar com a novidade a partir de outubro deste ano, segundo o site Engadget.

É bom lembrar que a SpaceX possui um contrato de prestação de serviços de reabastecimento comercial da Nasa desde 2008, quando fechou um acordo no valor de US$ 1,6 bilhão. Em 2016, a empresa conseguiu um segundo contrato e poderá enviar missões de carga para a ISS até 2024, de acordo com os sites de notícias estrangeiros.

Você pode conferir um pouco da história e missões da Dragon no vídeo abaixo: