PUBLICIDADE
Topo

Cansado de desinformação, jovem cria site que mapeia coronavírus pelo mundo

Site Ncov2019.live traz informações sobre coronavírus - Reprodução
Site Ncov2019.live traz informações sobre coronavírus Imagem: Reprodução

Letícia Sé

Colaboração para Tilt

06/03/2020 16h54

Sem tempo, irmão

  • Jovem americano lançou um site que mapeia ocorrências de coronavírus pelo mundo
  • Ncov2019.live cruza dados para informar casos por país, alertas de viagens e prevenção
  • Site tem milhões de acessos e é atualizado a cada dez minutos

O jovem americano Avi Schiffmann, de 17 anos, quis ajudar no combate ao coronavírus com informação. Por isso lançou em dezembro um site em que mapeia os casos e alertas da doença pelo mundo. A ncov2019.live, que já contabiliza milhões de acessos, tem muitos dados atualizados sobre a doença covid-19.

No menu superior, o link "dados", ele mostra os nomes dos países e o número de casos confirmados e mortes, com atualizações rápidas. A seção "mapa" mostra os pontos pelo mundo que já registraram ocorrências. É possível clicar nesses locais e saber mais detalhes sobre a situação deles.

Outra seção interessante é a de viagens, em que descreve os países recomendados para não viajar no momento, e outros em que se deve ter precauções extras.

"Eu queria principalmente criar algo que mostrasse os dados com a maior precisão possível, porque houve muita desinformação", afirmou Schiffmann. Ele trabalha seis horas por dia na atualização do site.

O site criado por Schiffmann atualiza o número de pessoas afetadas pela doença a cada dez minutos, coletando e cruzando dados de fontes como centros de controle e prevenção de doenças, a Organização Mundial de Saúde e departamentos de saúde locais.

O jovem está no ensino médio e estuda programação. No mês passado, ele participou do Developer Week Hackaton, um evento dos maiores de tecnologia nos Estados Unidos. Para lançar a versão atual de sua página, ele passou um fim de semana inteiro em claro programando.

Apesar do esforço, Schiffmann admite a possibilidade de errar. No site, ele deixou um e-mail para contato caso alguma informação precise de correção. "Há um tempo atrás, tinha um bug enorme que duplicava o número de casos de coronavírus. Recebi centenas de mensagens, mas fiz um bom trabalho ao gerenciar meu servidor", disse ele.

No caso do coronavírus, é preciso ter grande cuidado com a veiculação de informações. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os sintomas do covid-19 são febre, cansaço e tosse seca. Alguns pacientes podem ter dores, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta ou diarreia.

A maioria das pessoas (cerca de 80%) se recupera da doença sem precisar de tratamento especial, e uma em cada seis pessoas diagnosticada com covid-19 fica gravemente doente e desenvolve dificuldade em respirar.

Segundo o último boletim do Ministério da Saúde, o Brasil tem oito casos confirmados: seis em São Paulo, um no Rio de Janeiro e outro em Espírito Santo. As recomendações são de higiene pessoal (lavar bem as mãos, tossir dentro do cotovelo) e de procurar atendimento médico caso tenha os sintomas.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS