PUBLICIDADE
Topo

Sensor da Xiaomi: "ajuda no cuidado com plantas, mas queria mais funções"

Sensor para plantas Flower Care, da Xiaomi - Marcella Duarte/UOL
Sensor para plantas Flower Care, da Xiaomi Imagem: Marcella Duarte/UOL

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

03/03/2020 04h00

Minhas plantas pediam socorro. As centenas de ervas, temperos e flores que morreram nos últimos anos me assombravam. Pouca água? Sol demais? Falta de adubo? Já tentei e diversas combinações, li sobre os melhores cuidados, até conversei com as plantas e nada... será que o problema, simplesmente, sou eu?

Em uma última cartada, apelei para a tecnologia. Comprei um sensor Flower Care, da Xiaomi, que prometia ser a solução para meus problemas. Do celular, é possível monitorar os sinais vitais de minhas amiguinhas: umidade, insolação, fertilização e temperatura do solo.

Há pouquíssimos gadgets para jardinagem no mercado. Encontrei apenas uma meia dúzia de sensores e vasos inteligentes. Os vasos não são bonitos, são pequenos e feitos de plástico, além de mais caros.

Entre os sensores, fiquei com o Flower Care por monitorar quatro variáveis ao mesmo tempo (alguns só analisam a umidade, por exemplo) e ser comercializado por uma empresa confiável. Além disso, consome pouca energia e é pequeno (12,05 cm x 2,45 cm x 1,25 cm), ficando discreto nos vasos.

Nele, a umidade, insolação, fertilização e temperatura são avaliadas de acordo com os parâmetros da espécie de planta. Por exemplo: um manjericão vai precisar de mais luz direta e mais água que uma orquídea.

O aplicativo do Flower Care já tem um banco de dados com cerca de 5.000 plantas, incluindo fichas com dicas de cuidados personalizados para cada uma. As fichas podem até ser usadas como material de leitura para cultivar outros vasos que não estejam com o sensor. E, se você não sabe o nome da sua planta, ele pode te ajudar a identificar por meio das características das folhas.

O sensor vem acomodado em uma caixinha bonitinha, lembrando até um produto Apple. Me surpreendi com a boa manufatura do produto: é delicado porém robusto; a parte plástica não tem rebarbas ou espaços mal encaixados. Há um pequeno manual de instruções em inglês.

O primeiro passo é instalar em seu smartphone o aplicativo Flower Care. Não faça como eu e ache que o sensor vai funcionar no app Mi Home, de automação residencial da Xiaomi; é preciso usar o app exclusivo, disponível para iOS e Android. Você pode se registrar nele com uma conta Mi Account, Facebook, Google ou criar um login novo.

Enquanto isso, ligue o sensor. A bateria já vem incluída; é só retirar o plástico de proteção para acionar o circuito. Uma luz azul em cima do Flower Care vai piscar duas vezes para indicar que ele está ativo — você pode ter de tirar e pôr de novo a bateria da primeira vez para resetá-lo. A tampinha dela é um pouco chata de abrir; precisei usar uma chavinha para isso.

Com o Bluetooth do celular ligado, o aplicativo deve encontrar o sensor automaticamente. Se isso não acontecer, é só clicar em "adicionar dispositivo".

Agora, escolha sua plantinha e espete o Flower Care na terra —é preciso cobrir pelo menos dois terços da haste preta para que as leituras sejam mais precisas.

No aplicativo, localize qual a espécie em questão: você precisa procurar pelo nome em inglês ou o científico. As traduções não são excelentes, então isso pode dar um pouco de trabalho. Se por acaso não achar sua espécie específica, escolha uma próxima ou deixe em uma categoria genérica, como "suculentas", "folhagens" ou "Flores".

O app é bem fácil de usar. Ele mostra as medições registradas nos últimos dias, hora a hora, e os valores em tempo real —mas o celular precisa estar bem próximo do vaso para sincronizar e atualizar. Há gráficos semanais e mensais. Mesmo quando não está conectado ao celular, os dados da planta estão sendo registrados na memória do sensor.

O app infelizmente não emite alertas. Também não há monitoramento remoto, por isso é preciso entrar no aplicativo e estar perto da planta para saber se está tudo bem.

O sensor é resistente à água, então fique tranquilo em regar as plantas normalmente. E a bateria pode durar até um ano.

Marcella Duarte/UOL
Imagem: Marcella Duarte/UOL

Estou usando o Flower Care há cerca de um mês, então não posso dar um veredito definitivo. Minhas plantas estão, sim, mais saudáveis e viçosas. Nenhuma morreu nesse tempo, então temos um recorde.

O simples fato de monitorar os valores das espécies me faz, pelo menos, estar bem mais atenta a elas. Assim, tenho tomado mais cuidado, principalmente com as regas diárias e com a exposição ao sol. Mudei alguns vasos de lugar para que cada um estivesse em um ponto de sol mais adequado à planta, melhorando os valores registrados. Defini momentos para olhar as plantas, nem que seja pelo celular, em minha rotina.

As medições talvez não sejam cientificamente corretas. Por exemplo, a "fertilidade" é calculada com base na condutividade elétrica do solo, que acontece devido aos minerais dissolvidos, como cálcio e potássio. Mas elas são consistentes, variando com o passar do tempo. Quando você rega a planta, consegue ver os números variando e depois estabilizando; também dá para comparar a insolação a manhã com a do final de tarde.

Posso dizer que o Flower Care cumpre o prometido: realiza medições consistentes e as registra por um longo período. Um verdadeiro check-up. Mas acho que minhas expectativas eram mais altas, principalmente em relação às notificações. Gostaria de ser avisada que minha planta está com sede ou quer um banho de sol.

Mesmo assim, acho um bom custo-benefício e devo encomendar mais algumas unidades para monitorar outros vasos. Algumas pessoas na internet reclamam de dificuldades em conectar o sensor ao celular depois de alguns meses de uso —mas até agora não enfrentei nada disso.

Há uma função como um "diário" da planta, onde você pode fazer comentários, incluir fotos do dia a dia dela e salvar os valores registrados. Mas não encontrei muita utilidade nisso —a não ser que esteja cultivando uma flor rara ou algo do tipo.

Telas do app que controla o Flower Care - Reprodução
Telas do app que controla o Flower Care
Imagem: Reprodução

Como todo produto que não é vendido oficialmente no Brasil, você só consegue comprar o Flower Care por meio de importação direta. No AliExpress, Ebay ou Amazon, você acha o sensor por cerca de US$ 20, vendido pela Xiaomi ou pela HuaHuaCaoCao (a fabricante, parceira da gigante tecnológica). Só se certifique de escolher a versão internacional, se houver essa opção (a versão chinesa pode não funcionar aqui).

Como é um produto pequeno e de valor baixo, não deve haver problemas com a Receita Federal. Mas, como toda encomenda internacional, estão sujeitas a taxas e atrasos na entrega. O meu chegou em cerca de um mês, com frete grátis.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

No Brasil não tem