PUBLICIDADE
Topo

Cientistas descobrem animal que não precisa de oxigênio para sobreviver

O pesquisador Stephen Atkinson - Reprodução/Oregon State University
O pesquisador Stephen Atkinson Imagem: Reprodução/Oregon State University

De Tilt, em São Paulo

26/02/2020 15h50

Uma equipe de cientistas do departamento de Microbiologia da Universidade Estadual do Oregon, nos Estados Unidos, revelou a existência do primeiro animal que não precisa de oxigênio para sobreviver.

O Henneguya salminicola, como foi batizado, é um parasita que vive alojado no salmão e "rouba nutrientes prontos", conforme explicou à CNN Stephen Atkinson em entrevista, pesquisador associado e um dos condutores da pesquisa.

O animal é um cnidário mixozoário, ou seja, pertence ao filo das águas-vivas e dos corais.

"Quando pensamos em 'animais', imaginamos criaturas multicelulares que precisam de oxigênio para sobreviver, ao contrário de muitos organismos unicelulares, incluindo protistas e bactérias", disse o pesquisador.

A região onde o Henneguya salminicola vive não possui muito oxigênio, por isso ele não precisa respirar. Mas, os pesquisadores não conseguiram identificar qual é o substituto do oxigênio para o animal.

Fotografia da espécie Henneguya salminicola na fase esporo. A imagem foi tirada usando microscopia fluorescente, que usa radiação de baixo comprimento de onda para visualizar espécies de moléculas - Stephen Atkinson/Divulgação fishpathogens.net
Fotografia da espécie Henneguya salminicola na fase esporo. A imagem foi tirada usando microscopia fluorescente, que usa radiação de baixo comprimento de onda para visualizar espécies de moléculas
Imagem: Stephen Atkinson/Divulgação fishpathogens.net
"Em nosso trabalho, mostramos que há pelo menos um animal multicelular que não possui o kit de ferramentas genéticas para usar oxigênio". explica Atkinson.

O novo membro do reino animal tem a forma de cistos brancos e, apesar de ser um parasita, ele não parece prejudicar a vida do peixe e não pode infectar humanos, de acordo com os pesquisadores.

Segundo Atkinson, essa descoberta é capaz de redefinir o que significa ser um animal. Ele e sua equipe acreditam que este não seja o único animal capaz de sobreviver sem oxigênio, e esperam encontrar mais como ele no futuro.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Ciência