PUBLICIDADE
Topo

Chefe de RH do Google deixará cargo em meio à polêmica sobre assédio sexual

Getty Images/iStockPhoto
Imagem: Getty Images/iStockPhoto

De Tilt, em São Paulo

11/02/2020 09h36

Envolvida em uma polêmica interna no Google, a chefe de recursos humanos da empresa, Eileen Naughton, vai deixar o cargo ainda neste ano.

A informação foi confirmada pela Fortune e divulgada em outros portais de tecnologia, como o The Verge e o CNET. Naughton, que está há 14 anos na companhia, não tem futuro definido no Google. A gigante de tecnologia disse apenas que ela está renunciando "para estar mais perto de sua família".

Nos últimos meses, Naughton teve que lidar com a crescente raiva de funcionários pelo suposto tratamento da empresa dado a executivos acusados de assédio sexual.

Neste período, ela tomou medidas para facilitar o encaminhamento de denúncias por má conduta. Ainda neste tema, criou um programa que permite às vítimas trazer uma testemunha ao RH para registrar uma reclamação.

A ira de alguns trabalhadores foi intensificada após a demissão de pessoas que organizaram protestos contra a empresa - alguns deles, sobre os supostos escândalos - e pelo cancelamento de reuniões semanais semanais.

Estes encontros, segundo a Fortune, eram marcados pela conversa sobre "temas delicados" entre funcionários e executivos sobre assuntos delicados.

Hoje, estas reuniões que ocorrem dentro do Google são mensais e feitas com assuntos estabelecidos previamente.