PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus: vídeo mostra drone falando com chineses que não usam máscara

Drone aborda idosa e diz que agora ela está sendo vigiada: "Você não deveria sair sem máscara" - Reprodução
Drone aborda idosa e diz que agora ela está sendo vigiada: "Você não deveria sair sem máscara" Imagem: Reprodução

Daniel Dieb

Colaboração para Tilt

02/02/2020 11h38

Sem tempo, irmão

  • Drones com alto-falantes são usados para alertar pessoas sem máscara
  • Não está claro quem está por trás, oficiais do governo ou um influencer
  • Em algumas províncias chinesas, é proibido por lei sair sem proteção
  • A máscara não protege 100%, mas é recomendado usá-la

Um vídeo publicado pelo jornal chinês "Global Times", ligado ao Diário do Povo do Partido Comunista, está dando o que falar, por retratar um situação digna de filme distópico sobre vigilância tecnológica. Nele, um drone com alto-falante vigia e alerta quem não usa máscaras para se proteger do coronavírus.

"Autoridades chinesas nas áreas rurais estão usando criativamente drones para garantir que os moradores locais não se reúnam sem usar máscaras durante a batalha nacional contra o coronavírus", diz o tuíte publicado pelo Global Times.

No vídeo, vemos que o drone se aproxima da pessoa, pergunta por que ela está sem máscara e fala para usar ou voltar para casa.

A legenda do vídeo traduz a fala assim: "Sim, é melhor você voltar para casa e não esqueça de lavar suas mãos. Veja, nós estamos dizendo às pessoas que fiquem em casa, mas você continua andando por aí. Agora um drone está observando você."


Mas não está claro quem comanda o drone. A reportagem diz que são oficiais chineses, e há um trecho do vídeo que mostra uma fiscal de trânsito falando com um pedestre sem máscara. Mas o vídeo foi publicado no irmão chinês do TikTok, o Douyin, e apresenta trechos curiosos, que parecem ter sidos inseridos depois, em tom de brincadeira.

"Tio, estamos em tempos incomuns. Por que você saiu sem máscara? A neve vai derreter sozinha em alguns meses, certo? Não é melhor ficar em casa, com comida e bebidas? Por que você sempre sai? Você pode resolver isso em alguns dias. Não ria. Agora entre na sua carreta e vá para casa imediatamente", ameaça o drone. "O que você está olhando? Vá para casa! Descanse bem em casa."

Os internautas reagiram assustados, e o vídeo já tem milhares de curtidas e compartilhamentos. A maioria dos comentários é sobre como isso é assustador, mas muitos consideraram a ação uma importante forma de prevenção. Mesmo que o áudio seja falso, as imagens de pessoas sendo perseguidas por drones deixou muitas pessoas incomodadas.

Há quem diga que isso pode ser obra de Guo Junjie, influencer da Mongólia Interior, região autônoma da China. Junjie, que tem mais de 200 mil seguidores, foi entrevistado por outro jornal, o Beijing News, e disse que "o uso de drones é para ajudar a vila a divulgar como a prevenção funciona".

Apesar de não garantir proteção 100% contra o nCoV-2019, chamado de novo coronavírus, usar máscara é obrigação por lei em algumas províncias chinesas. No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomenda que trabalhadores de portos, aeroportos e áreas de fronteira usem a máscara cirúrgica.

Até o momento, duas centenas de mortes já foram confirmadas na China devido ao coronavírus, e a OMS [Organização Mundial da Saúde] decretou emergência sanitária global.

É possível acessar um mapa atualizado em tempo real com os casos confirmados. O Brasil não registra nenhum confirmação de contágio até o pelo Ministério da Saúde, nesta sexta (31), mas contabiliza 12 casos suspeitos —para ser considerado como tal, a pessoa deve apresentar febre, um sinal ou sintoma respiratório, e ter viajado para a China nos últimos 14 dias

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS