PUBLICIDADE
Topo

Sentiu saudade? Byte, sucessor do Vine, está disponível para Android e iOS

Byte chega para disputar com TikTok, Snapchat e Instagram o mercado de aplicativos para compartilhamento de vídeos curtos - Divulgação/Byte
Byte chega para disputar com TikTok, Snapchat e Instagram o mercado de aplicativos para compartilhamento de vídeos curtos Imagem: Divulgação/Byte

De Tilt, em São Paulo

27/01/2020 17h44

Os órfãos do finado Vine agora têm um motivo para comemorar: seu cofundador, Don Hofmann, anunciou ontem o lançamento de um sucessor, o aplicativo Byte, já disponível para celulares Android e iOS gratuitamente.

O Byte começou a ser desenvolvido logo depois do fim de seu antecessor, em 2016, e chega para disputar com TikTok, Snapchat e Instagram o mercado de aplicativos para compartilhamento de vídeos curtos - muito em alta entre os usuários de redes sociais.

Assim como nos apps similares, o Byte permite que os usuários gravem vídeos diretamente do aplicativo, com efeitos e filtros, ou importem arquivos salvos em seu celular. Também é possível ver o que seus amigos estão compartilhando e até "retuitar" - ou dar "reByte" - seus conteúdos favoritos com seguidores.

A diferença mais marcante para o Vine está na possibilidade de monetização dos vídeos feitos e compartilhados. O recurso ainda está sendo desenvolvido, mas a ideia é que o app firme parcerias com influenciadores e criadores de conteúdo para que eles ganhem dinheiro com vídeos publicados na plataforma.

A possibilidade de o Byte exibir anúncios pagos também está sendo estudada.

Redes sociais