PUBLICIDADE
Topo

Há 20 anos, Leila Lopes inventava o feriado-meme nacional: o Berenice Day

Reprodução/Twitter
Imagem: Reprodução/Twitter

Gustavo Frank

De Tilt, em São Paulo

19/12/2019 12h53

"Era uma tarde de domingo. Linda, maravilhosa, um sol belo, azul, 17 horas". Foi dessa forma que Leila Lopes descreveu o dia de verão de 19 de dezembro de 1999 em uma entrevista de 2007, em que relembrava o acidente de carro que sofreu junto com a empresária, Berenice Lamônica.

A entrevista, anualmente resgatada pela galera nas redes sociais, virou o que podemos apelidar de feriado-meme nacional — graças a algumas das frases ditas pela atriz.

Aqui estão cenas exclusivas do dia 19 de dezembro de 1999:

Leila Lopes deixava então um legado para as futuras gerações:

Podendo ser usada nas mais diversas ocasiões:

Berenice sabia mais sobre a política brasileira de 2019 do qualquer um de nós:

O que não faltam são homenagens nas redes sociais:

Se você tem algum amor pela cultura brasileira dedique seu dia a girar:

Só quem viveu sabe. Né, Claudete Troiano?

E se podemos tirar uma lição disso tudo é:

"Por onde anda Leila Lopes?". E a Berenice Lamônica?

Berenice Lamônica - Reprodução
Berenice Lamônica
Imagem: Reprodução

Conhecida pelos sucessos na TV Globo, como Renascer e Rei do Gado, Leila Lopes foi encontrada morta no dia 3 de dezembro de 2009, em decorrência de uma parada cardiorrespiratória. No local, foram encontradas embalagens de remédio e uma carta escrita pela atriz à família, que indicavam suicídio.

Já Berenice, que deu nome ao meme, morreu em julho de 2018, aos 68 anos. A empresária cuidou da carreira, além da própria Leila Lopes, de artistas como Luigi Barricceli, Oscar Magrini, Rafael Zulu, Mauro Naves, entre outros.

Curiosidades de tecnologia