PUBLICIDADE
Topo

CEP digital: governo de SP e Google mapearão propriedades e estradas rurais

Governador do Estado de São Paulo, João Doria em coletiva de imprensa sobre Parceria do Google com Agricultura e Segurança - Governo do Estado de São Paulo
Governador do Estado de São Paulo, João Doria em coletiva de imprensa sobre Parceria do Google com Agricultura e Segurança Imagem: Governo do Estado de São Paulo

De Tilt, em São Paulo

11/12/2019 17h07

O Governador João Doria anunciou hoje, ao lado do vice-presidente sênior e chefe de negócios do Google, Philipp Schindler, do presidente do Google Brasil, Fabio Coelho, a parceria inédita entre o Governo de São Paulo e a empresa para mapear estradas rurais e criar endereços digitais para cerca de 340 mil propriedades espalhadas pelos 645 municípios do interior do Estado.

A iniciativa, inédita na América Latina, permitirá que cerca de dois milhões de moradores dessas localidades tenham acesso a serviços públicos fundamentais, como saúde e segurança.

Nessa primeira fase, o projeto impactará 2 milhões de moradores do Estado de São Paulo, que passarão a ter um endereço digital. O projeto começará na região rural, mas em breve será aplicado nas áreas urbanas.

"Estamos investindo muito ao longo desses 11 meses de governo na inovação tecnológica no mundo do agro, com o objetivo de inserir os produtores do Estado dentro do que há de mais moderno em tecnologia no mundo e, felizmente, estamos conseguindo", comentou Doria.

A tecnologia Plus Codes, uma ferramenta gratuita, criada pelo Google, converte coordenadas de latitude e longitude fornecidas por satélite em códigos curtos, semelhantes aos códigos postais. A parceria ajudará a incorporar essa tecnologia ao sistema interno do Governo de São Paulo, que disponibilizará o endereço digital aos residentes das áreas rurais.

Além de colocar as propriedades rurais no mapa, o Plus Codes também servirá como base para iniciar o registro de 60 mil quilômetros de estradas que ainda não foram mapeadas nos 645 municípios do Estado, onde vivem cerca de 2 milhões de pessoas em aproximadamente 340 mil propriedades rurais.

"O nosso objetivo é ajudar o Governo de São Paulo a usar a tecnologia para permitir que um maior número de pessoas e organizações aproveitem os benefícios de ter um endereço em áreas nas quais não há um serviço de código postal individualizado. Além de ajudar o acesso a serviços públicos, o mapeamento gera oportunidade de crescimento econômico para essas regiões ao facilitar a logística e estimular o comércio", afirma o presidente do Google Brasil, Fabio Coelho.

A meta do Governo do Estado é de que em seis meses já exista uma extensa base de dados nesse sentido. O Instituto de Economia Agrícola (IEA), órgão de pesquisa do governo paulista, será responsável pela execução dos trabalhos.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Dados