PUBLICIDADE
Topo

Rewind: por que as pessoas estão odiando a retrospectiva 2019 do YouTube?

Márcio Padrão

De Tilt, em São Paulo

07/12/2019 13h47

Sem tempo, irmão

  • Vídeo de retrospectiva publicado na quinta-feira chegou a 2,2 milhões de "descurtidas"
  • Rewind já acumula mais de 4,8 milhões de polegares pra baixo, contra 2,1 milhões de curtidas
  • Retrô de 2018 ainda é vídeo do YouTube mais odiado, com 17 milhões de críticas
  • Internautas acusaram YouTube de ter feito um vídeo preguiçoso e focando em números

Tradicionalmente o YouTube faz todos os anos o Rewind, um vídeo de retrospectiva com alguns dos destaques da maior plataforma de vídeos do mundo ao longo do ano em questão. Mas infelizmente, pelo segundo ano consecutivo, o Rewind está decepcionando muitos internautas. Segundo o site de tecnologia Redmond Pie, o vídeo publicado na quinta-feira (5) chegou a 2,2 milhões de "descurtidas" em apenas um dia.

Além disso, o vídeo já acumula mais de 4,8 milhões de polegares pra baixo até a publicação desta nota, contra 2,1 milhões de curtidas. E qual foi o motivo de tanto ódio, afinal?

O Rewind de 2018 é até hoje o vídeo do YouTube mais odiado da história, com mais de 17 milhões de descurtidas. O motivo apontado pelo público foi que o vídeo focava demais em celebridades como o ator Will Smith e o apresentador de TV John Oliver, enquanto muitos criadores populares do YouTube, como PewDiePie, Jake Paul e Logan Paul ficaram de fora.

Tentando aprender com o erro, o YouTube já abriu o Rewind deste ano com um mea culpa: "Em 2018, fizemos algo que vocês não gostaram. Então em 2019, vamos ver o que vocês gostaram. Porque vocês são melhores nisto que a gente", diz um texto nos primeiros segundos do vídeo. Daí segue-se uma seleção dos vídeos mais curtidos do ano em diversas categorias.

Mas nos comentários as pessoas acusaram o YouTube desta vez de fazer um vídeo burocrático e sem inspiração, apenas listando os vídeos mais populares sem acrescentar nada de novo ou atraente. Veja alguns dos comentários:

  • "Jesus, no ano passado eles tinham tanto ódio que nem tentaram este ano."
  • "Isso não foi um Rewind. Isso foi um repost."
  • "Agora, sinto que o Rewind acabou de perder sua mágica. Desculpe."
  • "Isso não é necessariamente ruim, mas infelizmente parece preguiçoso - é basicamente um vídeo dos dez melhores. Você pode fazer melhor do que isto, YouTube"
  • "As pessoas: queremos um melhor Rewind no YouTube. YouTube: reúne clipes aleatórios dos youtubers e encerra o dia"

Alguns youtubers de peso também reclamaram:

  • "O Rewind do YouTube foi seriamente apenas um top 10 melhores vídeos ... Eu não acho que é isso que queríamos, mas ainda é melhor que o de 2018" - Kavos, 1,1 milhão de inscritos
  • "Muito decepcionado com o YouTube Rewind, pra ser honesto... muito fora de rumo. Há mais sobre criação do que números! Precisamos dar crédito às pessoas por seu esforço / talento, e não por quanta atenção elas recebem. Pessoas muito legais receberam reconhecimento no vídeo, mas pelas razões erradas, eu acho" - Ethan Dolan, 10,6 milhões de inscritos

O YouTube ainda não se pronunciou oficialmente sobre todo o ódio, mas em sua conta no Twitter, a plataforma foi democrática e retuitou comentários tanto a favor quanto contra o vídeo.

Contra, um tuíte retuitado pelo YouTube dizia: "O YouTube Rewind 2019 foi apenas uma versão atualizada de uma lista dos 10 melhores animes". Já um a favor dizia: "As pessoas estão reclamando sobre #YouTubeRewind ser preguiçoso, mas... 1) Preguiça não é inerentemente ruim. 2) Honestamente, é provavelmente o que o YouTube Rewind deveria ter sido desde o início."

Uma curiosidade é que dois vídeos brasileiros são mencionados no Rewind 2019; o caso do "vovô do slime" Nilson Izaias, entrevistado por Tilt em março; e o do humorista Whindersson Nunes comentando o filme "Bird Box".

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS