Topo

Testamos o WAMR, app que recupera mensagens apagadas do WhatsApp

Teste do WAMR, app que recupera mensagens apagadas do WhatsApp - Reprodução
Teste do WAMR, app que recupera mensagens apagadas do WhatsApp Imagem: Reprodução

Raphael Evangelista

Colaboração para Tilt

28/10/2019 04h00

Sem tempo, irmão

  • Exclusivo para Android, WAMR não quebra segurança, e sim faz backup de notificações
  • Mensagens de grupos silenciados do WhatsApp não podem ser recuperadas
  • App não é oficial da empresa que criou WhatsApp, então uso é por sua conta e risco

Dá uma certa tensão quando alguém manda uma mensagem de WhatsApp para você e, quando você finalmente vai ver do que se trata, aparece a notificação de que ela foi apagada. Será que era algo importante? Será que foi algo errado para você? O WAMR é um app apenas para Android (desculpe, iPhone) que acaba com o mistério.

O aplicativo da empresa italiana Drilens Apps realiza o backup das conversas de aplicativos como WhatsApp, Facebook Messenger e Instagram, entre outros. Além de mensagens de texto, o WAMR recupera imagens, áudios e vídeos que foram deletados por quem os enviou.

Como ele funciona?

Quando uma mensagem chega para você, o WAMR faz automaticamente o backup dela em seu próprio aplicativo, seja de uma mensagem de texto ou um arquivo de mídia. Se por um acaso a mensagem for apagada do WhatsApp, é possível recuperar no backup do WAMR.

O funcionamento do app é baseado nas notificações do Android e você deverá dar acesso a elas quando configurá-lo. Daí ele cria uma cópia do conteúdo apagado a partir das notificações, e não pelo próprio WhatsApp/Messenger/Instagram. Ou seja, ele não quebra os procedimentos de segurança destes mensageiros.

Reprodução
Imagem: Reprodução

A configuração é bem didática e em português, como mostram as telas acima. Nos meus testes, tudo funcionou conforme o esperado, e ele realmente cumpriu o prometido, recuperando mensagens de texto, fotos e vídeos sem dificuldades.

Alguns pontos importantes:

  • O WAMR não consegue recuperar conteúdo deletado antes da data de sua instalação
  • As mensagens de chats silenciados ou que estejam abertos não terão as mensagens recuperadas se forem apagadas. Afinal, a ideia de silenciar grupos é que eles não enviem notificações ao sistema Android --logo, não tem como fazer backup das mensagens novas
  • Para dar acesso às mídias (fotos e vídeos) deletadas, além de liberar o acesso às mídias nas configurações do WAMR, você deve ligar a opção de download automático das mídias dentro do WhatsApp. Você pode fazer isso acessando as configurações do mensageiro e indo na opção "Uso de dados e armazenamento".

Para um melhor funcionamento do app, não deixe de selecionar a permissão tanto para conexões Wi-Fi como na internet por rede móvel. Uma conexão estável ajuda o programa a fazer o backup antes de um eventual apagamento.

De acordo com os termos de uso do aplicativo, nenhum dos seus dados e mídias são salvos em outro local que não seja o seu próprio aparelho. Ele afirma não armazenar ou compartilhar qualquer informação dos usuários.

Da nossa parte, lembramos que o WhatsApp oficialmente desaconselha seus usuários a baixarem apps que forneçam recursos não existentes no mensageiro, pois eles são de empresas terceiras e não se responsabilizam por eventuais problemas de segurança e privacidade que estes programas venham trazer a seus usuários —afinal, quem deu a autorização para ele ter acesso ao seu conteúdo privado foi você mesmo.

Os únicos apps oficiais do WhatsApp são o app principal, que todos nós usamos, e a versão Business. O WAMR, assim como outros clones "proibidões" do WhatsApp, podem até ser bacanas por fora, mas é mais uma empresa estranha a pôr as mãos na sua intimidade.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

WhatsApp