Topo

Por que meu celular desliga sozinho e como resolvo este problema irritante?

Calor e oxidação costumam causar esse tipo de dor de cabeça - Estúdio Rebimboca/UOL
Calor e oxidação costumam causar esse tipo de dor de cabeça Imagem: Estúdio Rebimboca/UOL

Felipe Germano

Colaboração para Tilt

07/10/2019 04h00Atualizada em 07/10/2019 19h21

Sem tempo, irmão

  • Maioria dos celulares que desligam sozinhos tem algum problema na bateria
  • Outra causa é oxidação interna, que pode ocorrer ao expor o celular a vapor ou suor
  • Peças ou acessórios não-oficiais também podem levar ao desligamento involuntário

Talvez já tenha acontecido com você: alguém fala que tentou ligar para você, mas foi direto para a caixa postal. Você diz que acha estranho, estava com o celular ali, o tempo todo, e quando pega para provar, bam! O aparelho está desligado. E não foi você quem desligou.

Se seu celular está desligando sozinho, é bem capaz que o problema esteja na parte elétrica, grande parte das vezes, na bateria. "Oito em cada dez iPhones que eu vejo desligando sozinhos têm algum tipo de problema na bateria", conta Ricardo Firmino, professor e fundador da GetPhone, escola paulistana especializada no treinamento de assistências técnicas.

Em grande parte destes casos o desgaste é natural, já que as baterias não são infinitas. Cada vez que ela descarrega, é como se um pouquinho dela fosse gasto de verdade (e ele não volta mais). São os chamados ciclos de carregamento. A Apple, por exemplo, afirma que consegue fazer a bateria do iPhone manter até 80% do seu poder original nos primeiros 500 ciclos.

Depois disso, é bem provável que as coisas desandem e para resolver, é preciso trocar a bateria. "Após muitos ciclos, a bateria não consegue mais reter energia. Já vi casos em que o celular está com 60% de carga, se a pessoa atende uma ligação, cai para 0% e desliga o celular", conta Firmino.

Neste caso, você pode ter uma boa carta na manga. Se você cuidou do celular direitinho, talvez consiga trocar a bateria na faixa. A Apple costuma fazer isso com aparelhos que estejam na garantia —e que não sejam vítimas de mau uso. Uma visita à uma loja oficial, ao menos para uma avaliação, pode poupar um dinheiro que seria gasto no desespero.

A garantia, aliás, é uma ferramenta poderosa independente da marca. Se seu celular anda desligando sozinho e faz pouco tempo que você o comprou, não hesite em contatar a fabricante. Caso a resposta não seja eficaz, você pode procurar o Procon, que averiguará se você tem direito a um conserto gratuito.

O Código de Defesa do Consumidor, aliás, ainda prevê o chamado "Vício Oculto". Na prática, trata-se de um defeito que está no seu celular desde sua venda --mas que só se manifesta/é percebido depois de um tempo. Nesses casos, você pode pedir que o aparelho seja trocado ou consertado-- mesmo que a garantia já tenha acabado.

Água demais

Outra razão, claro, pode ser o mau uso do aparelho (mesmo com você achando que está fazendo tudo certo). Ao entrar em contato com água, por exemplo, o celular pode oxidar internamente. Só que você não precisa entrar na piscina para que isso aconteça.

"É muito comum eu pegar um celular completamente oxidado, e o usuário jurar que nunca deixou molhar. Só que deixou sem saber: ao levar o celular para banheiro durante o banho, por exemplo. O vapor entra no aparelho e, lá dentro, molha tudo. Se você malhar com ele, acontece a mesma coisa, com o suor entrando no smartphone", explica Firmino.

A oxidação pode atacar diretamente circuitos integrados, que cuidam da transmissão de energia dentro dos aparelhos. Em alguns casos, a oxidação ocorre justamente nas proximidades do botão de liga/desliga do celular, ativando a peça automaticamente. Um probleminha em uma das duas partes e seu celular vai ficar desligando sem que você queira. Mas não tente abrir seu aparelho; vá a uma assistência para que o técnico abra corretamente e confirme o dano.

Se nenhuma dessas situações se aplica a você e mesmo assim o seu aparelho não para de desligar, talvez o problema seja o calor. Celulares que esquentam demais tendem a desligar sozinhos, como uma medida extrema para garantir o resfriamento. Já falamos aqui sobre algumas das causas que podem envolver um aquecimento incomum, entre elas estão malwares, sobrecarga dos processadores e uso de peças não-originais, as chamadas "paralelas".

O uso de peças ou acessórios de marcas desconhecidas pode fazer o seu celular apagar sozinho, mesmo que ele não esquente. Um carregador mal construído pode enviar a voltagem errada para o seu celular e causar um curto no circuito interno. Uma bateria não-licenciada pode ter ciclos irregulares, por exemplo.

"Se você tem um telefone homologado da Anatel, as chances dele desligar sozinho são mínimas", conta José Roberto Soares, consultor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em assuntos referentes à engenharia elétrica. "Isso porque os testes são feitos exaustivamente", explica. "As baterias, por exemplo, são colocadas em condições extremas, praticamente cozinhando-as por mais de seis meses. E se uma delas explodir, o processo praticamente começa de novo", afirma.

Mais Tec a seu favor