Topo

Delivery, futebol e piadas: confira como a Alexa se comporta no Brasil

Echo Show 5 vem com uma tela de 5,5 polegadas e faz chamada de vídeo - Reprodução
Echo Show 5 vem com uma tela de 5,5 polegadas e faz chamada de vídeo Imagem: Reprodução

Bruna Souza Cruz

De Tilt, em São Paulo

03/10/2019 16h19

Sem tempo, irmão

  • Alexa, da Amazon, chegou ao Brasil falando português
  • Testamos o alto-falante Echo Show 5 para descobrir o que a assistente de voz já faz
  • Além de tocar músicas, contar piadas, falar sobre o horóscopo do dia, ela também reproduz vídeos e faz chamada de voz
  • Em breve ela também vai conseguir pedir comida no iFood e um carro da Uber

"Bom dia, estou muito contente de estar no Brasil". É com essa mensagem que a Alexa, serviço de voz da Amazon, dá boas-vindas aos brasileiros. O sucesso de venda nos Estados Unidos finalmente aprendeu o português e promete acirrar a disputa com as assistentes pessoais do Google e da Apple (Siri).

A Amazon começou a vender nesta quinta-feira (3) dois modelos de alto-falantes com a Alexa integrada: o Echo dot e o Echo Show 5. Um terceiro dispositivo Echo chega em novembro. Os valores vão de R$ 249 (preço promocional) até R$ 699.

Testamos o segundo modelo da lista e contamos agora as primeiras impressões sobre ele. Alguns spoilers: A Alexa já consegue conversar sobre futebol, contar piadas e falar as últimas notícias do UOL. Ela também vai conseguir pedir comida no iFood e solicitar um Uber.

Alexa, quem é a Alexa?

A queridinha dos norte-americanos funciona, basicamente, como uma assistente pessoal ligada a um produto com alto-falante. Ela consegue ajudar o usuário com praticamente qualquer tarefa diária.

Echo Show 5 exibindo a previsão do tempo - Tilt
Echo Show 5 exibindo a previsão do tempo
Imagem: Tilt

É possível pedir para ela tocar música, dizer a previsão do tempo, falar as últimas notícias do dia, atualizar sobre os compromissos do dia, fazer ligações e até comprar produtos. Usos assim já estão bem populares no exterior (com a Alexa e com a assistente virtual do Google, principalmente).

Por lá, as tecnologias ainda conseguem ser integradas a outros dispositivos inteligentes, como luzes, fechaduras eletrônicas, eletrodomésticos, televisões. Já ouviu falar em "casa conectada"? Os entusiastas defendem que são os serviços de voz que vão permitir que tudo funcione de um modo mais prático - atualmente cerca de 100 milhões de dispositivos funcionam conectados à Alexa em todo o mundo, segundo a empresa.

Echo Show 5 tem um botão que desliga o microfone e outro que fecha o acesso à câmera - Tilt
Echo Show 5 tem um botão que desliga o microfone e outro que fecha o acesso à câmera
Imagem: Tilt

Alexa brazuca e o Echo Show 5

No Brasil, a Alexa tem uma série de Skills (habilidades) que foram criadas para o perfil do brasileiro. Segundo a empresa, os hábitos locais e a nossa informalidade foram levadas em consideração na hora de adaptar a tecnologia para cá.

Além ir aprendendo sozinha conforme a interação do usuário, o legal é que essas skills também podem ser configuradas pelo usuário.

O Echo Show 5 é o dispositivo da Amazon que vem com uma tela integrada. Por isso, além de funcionar como uma caixa de som inteligente, ele é capaz de reproduzir vídeos e fazer chamadas de voz.

Alexa dá informações sobre o seu horóscopo - Tilt
Alexa dá informações sobre o seu horóscopo
Imagem: Tilt

Depois de algumas horas com o aparelho, a impressão que fica é que ele tem potencial de agradar por aqui. Principalmente para quem adora consumir vídeos online e não tem, por exemplo, uma televisão smart. O dispositivo é pequeno então pode ser usado em qualquer ambiente da casa. A única ressalva é que ele só funciona conectado na tomada (assim como os seus irmãos).

Uma outra utilidade que vi é para aquele momento em que você está seguindo uma receita no YouTube e não pode ir até o celular por estar com as mãos sujas. Em casos assim, é só falar "Alexa, pare", terminar o que tem que fazer e recomeçar com um "Alexa, continue".

Outros recursos que prometem agradar por aqui é o fato de ela ser integrada com o iFood e Uber. Então, você vai conseguir pedir comida e um carro com um simples comando de voz. As funções não puderam ser testadas, mas a Amazon anunciou que elas estarão disponíveis para todos os usuários.

Para começar a usar o alto-falante é só conectá-lo na internet e configurar com o seu perfil na Amazon. A tela dele é sensível ao toque então dá para fazer tudo por ela. Se ainda não tiver uma conta na Amazon, é só acessar a página da empresa para criá-la.

Alexa consegue contar piada, mas nem sempre são divertidas - Tilt
Alexa consegue contar piada, mas nem sempre são divertidas
Imagem: Tilt

Depois do processo inicial, tudo o que você vai precisar fazer para ativá-la é dizer "Alexa". Uma faixa azul se acende na parte inferior da tela e ela começa a ouvir você.

Alguns comandos que ela já responde em português:

  • "Alexa, bom dia": Ela diz que está feliz por estar no Brasil e cita uma frase da Cecília Meireles - "a vida só é possível reinventada".
  • "Alexa, quem é o seu cantor favorito"?: A sua resposta destaca a Rita Lee e a Iza como cantoras favoritas.
  • "Alexa, qual é o seu time favorito?": Para evitar problemas, ela é neutra. O Brasil é o seu time de preferência. No entanto, ela canta o hino completo de vários times. É só pedir e falar o nome do clube de futebol.
  • "Alexa, conta uma piada": ela possui centenas de piadas criadas para que faça sentido no Brasil. Não achei as que ela me contou engraçadas.
  • "Alexa, me acorde às 6h da manhã de amanhã": Ela adiciona um alarme em sua agenda e ele realmente desperta no horário determinado.
  • "Alexa, quais são as últimas notícias do dia?": Ela possui parceria com diversos veículos de notícias (como o UOL). Ela faz um resumo e sai falando para você.
  • "Alexa, abrir o UOL Horóscopo": Para os que acreditam, a tecnologia também faz previsões para você.
  • "Alexa, toque músicas felizes": Ela funciona com o seu tocador de música favorito. É compatível com o Amazon Music, Spotify, Deezer, por exemplo.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Fique por dentro