Topo

Saiba como a Uber passou a cobrar por tempo de espera em todo o Brasil

Estúdio Rebimboca/UOL
Imagem: Estúdio Rebimboca/UOL

Gabriel Joppert

Colaboração para Tilt

23/09/2019 04h00Atualizada em 23/09/2019 16h04

Sem tempo, irmão

  • Uber oficializa "taxa de espera"; empresa diz que já existia em algumas cidades
  • Valor depende da região e é cobrado após tempo de espera do motorista se esgotar
  • Anúncio pretende ajudar a evitar problemas no trânsito causados por esperas
  • Em São Paulo, taxa era fixa de R$ 7 após 5 min de espera; agora será cobrada por minutos

Você sabia que a Uber também cobra pelo tempo de espera? E que isso já acontecia há algum tempo? Pois é, nós também não. Mas a empresa oficializou recentemente pelo blog da empresa uma mudança em sua "taxa de espera". Apesar disso, informou que a mudança é na verdade uma "unificação" na forma de cobrança da taxa.

A empresa disse a Tilt que a taxa sempre existiu e vinha discriminada nas faturas de passageiros que deixavam os motoristas esperando para além do tempo-limite antes de embarcar.

Um exemplo prático desta "unificação": a cidade de São Paulo, que tinha uma "taxa de espera" fixa de R$ 7 depois de cinco minutos de atraso, agora terá uma taxa cobrada por minutos —o valor por minuto além do tempo-limite é igual ao valor por minuto da corrida em andamento na região. O tempo-limite também varia de acordo por local.

A mesma fórmula agora é aplicada em todo o Brasil.

Os usuários estão sendo avisados por notificações do celular antes das corridas, relembrando que "depois de 'x' minutos [sendo 'x' um determinado número de minutos, dependendo da região], o tempo de espera vai ser cobrado".

A ideia, diz a empresa, é melhorar a relação entre passageiros e motoristas, desestimular passageiros que deixam seus motoristas em esperas longas e, por consequência, diminuir eventuais problemas de trânsito causados por estas esperas.

Em nota, a Uber informou que "realizou uma padronização na forma de cobrança. Os usuários são informados por mensagem antes da chegada do motorista. É uma forma de valorizar o tempo de toda a comunidade."

Como funciona a cobrança?

Cada cidade ou região tem um tempo máximo de espera diferente (de dois a cinco minutos), contados desde que o veículo chega ao local onde deve se iniciar a corrida. A partir daí, estourado o tempo-limite, há um valor estipulado por minuto adicional de tempo de espera.

O valor varia de acordo com a cidade e é igual ao valor por minuto da corrida. Caso a corrida seja cancelada, o tempo de espera não será cobrado.

Mais do que nunca, portanto, como aconselham alguns motoristas mais sem paciência: "só peça o carro quando estiver no local!"

Em um post divulgado pela Uber em seu site, a empresa disse que estendeu "um ajuste de valor que já estava disponível em algumas cidades do país", para "recompensar o esforço dos parceiros para chegar no momento em que você precisa deles".

"Com essas mudanças, esperamos encorajar a pontualidade em nossa comunidade e que os usuários possam retribuir o esforço dos motoristas de chegar ao ponto de embarque a tempo", conclui o texto.

Dicas

  • Fique atento às notificações que você recebe no seu celular sobre o status da sua viagem. Assim, você pode economizar tempo e evitar cobranças.
  • Se você quiser cancelar sua viagem por qualquer motivo, tente fazê-lo no máximo dois minutos após pedir o seu Uber."

Tec a seu favor