Topo

HP inclui novas baterias em recall; veja se seu notebook pode pegar fogo

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Mirthyani Bezerra

Colaboração para Tilt

10/09/2019 10h24

A HP ampliou pela segunda vez neste ano o recall de segurança para baterias de determinados notebooks da marca. Se você adquiriu algum deles entre dezembro de 2015 e outubro de 2018, vai precisar verificar se o seu modelo entra na lista, e se sim, precisará ser trocado.

Esta na verdade é a atualização de um recall que teve início em janeiro de 2018 e que já havia sido ampliado em janeiro deste ano. Se chegou a verificar se estava tudo bem com a bateria dele nas situações anteriores, agora precisará checar de novo.

"Após a conclusão de uma avaliação minuciosa de todos os registros, nosso fornecedor de baterias nos informou recentemente sobre baterias adicionais não identificadas na expansão do programa anunciada em janeiro de 2019. A HP está ampliando o programa para incluir essas baterias adicionais", explicou em comunicado.

As baterias incluídas no recall podem superaquecer, causar queimaduras em que manusear o notebook e até pegar fogo. Como elas são instaladas internamento no sistema, o dono do notebook não consegue trocar a bateria sozinho.

Em nota, o Procon-SP informou que os consumidores que sofreram algum tipo de acidente, pela manipulação do produto, poderão solicitar na Justiça a reparação dos danos eventualmente sofridos.

Veja a lista:

  • HP ProBook 64x (G2 e G3)
  • HP ProBook 65x (G2 e G3)
  • HP ProBook 4xx G4 (430, 440, 450, 455 e 470)
  • HP x360 310 G2
  • HP ENVY M6
  • HP Pavilion x360 15
  • HP 11
  • HP Mobile Thin Client
  • As estações de trabalho móveis do HP ZBook (17 G3, 17 G4 e Studio G3 e G4)

Por serem compatíveis, as baterias também podem ter sido vendidas como acessórios ou fornecidas como itens de reposição, de dezembro de 2015 a dezembro de 2018, para outros modelos. São eles:

  • HP ProBook 4xx G5 (430, 440, 450, 455 e 470)
  • HP ENVY 15
  • HP Mobile Thin Clients (mt21, mt22 e mt31).

Segundo a empresa, a substituição das baterias deve ser feita por técnico autorizado, oferecida pela própria HP sem nenhum custo. Mas a empresa informa que se você já recebeu uma bateria de reposição não é necessário efetuar uma nova troca.

Como saber se a bateria precisa ser substituída?

Nem todas as baterias são defeituosas. Para saber se a sua é ou não, você vai precisar baixar o programa HP Battery Program Validation Utility, que vai verificar se a bateria de seu notebook é passível de substituição. Essa análise leva geralmente menos de 30 segundos.

Se o seu notebook se encaixar no novo recall, a empresa recomenda que você pare de usar a bateria. Para isso, a HP também lançou uma atualização do BIOS (que inicializa o sistema do notebook) que coloca a bateria no "Modo Segurança da Bateria". Dessa forma, o notebook ou estação de trabalho desligam e descarregam a bateria e podem continuar no uso conectados a um adaptador de energia da HP.

Depois de cumprir todos os requisitos de segurança, a HP pede que cada cliente incluído no recall faça um pedido de substituição gratuita de bateria por meio deste site. A empresa promete enviar uma bateria substituta gratuitamente para cada bateria verificada, passível de substituição e validada no site "Recall de bateria HP".

Não há um prazo máximo para a troca, mas o cliente pode acompanhar o status do processo no site do programa. Quando a nova bateria for entregue, um técnico da HP entrará em contato para agendar a troca.

Mais Fique por dentro