Topo

Atualização do pré-pago agora é nacional; veja como não ter linha bloqueada

Clientes do pré-pago são obrigados a atualizar o cadastro das linhas - Arte/UOL
Clientes do pré-pago são obrigados a atualizar o cadastro das linhas Imagem: Arte/UOL

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

02/09/2019 04h00

Sem tempo, irmão

  • Nova fase de recadastro dos clientes pré-pago começa nesta segunda (2)
  • Antes, processo de atualização já estava disponível para 10 estados
  • Clientes receberão mensagens das operadoras se precisarem fazer atualização
  • Quem não fizer o recadastro no prazo terá a linha bloqueada

A partir desta segunda-feira (2), as operadoras de celular vão passar a ampliar a atualização dos clientes de pré-pago para todo o Brasil. Quem não cumprir o recadastramento no prazo exigido pelas empresas terá a linha bloqueada.

Antes, o processo de atualização estava implantado em 10 estados: Acre, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, Tocantins e Santa Catarina. Agora, os consumidores de todos os Estados serão obrigados a fazer o recadastro.

O usuário, a princípio, não precisará fazer nada, mas deve ficar atento às mensagens recebidas no celular. O processo é o seguinte:

  • Quem tiver pendências cadastrais receberá um SMS informando que deverá fazer a atualização com a operadora
  • A partir daí, o próprio cliente deverá entrar em contato com a central de atendimento telefônico da operadora
  • O cliente precisa estar preparado para informar dados como nome completo, CPF e endereço com CEP

As operadoras informam que a atualização é obrigatória para todos os consumidores que possuam pendências cadastrais. Quem não fizer no prazo estipulado pelas operadoras terá a linha bloqueada. O cronograma e mais detalhes podem ser vistos no site da Anatel.

Por que o recadastro?

De acordo com o SinditeleBrasil (sindicato patronal das operadoras), o objetivo é dar mais "segurança e transparência" para os usuários e a sociedade. A iniciativa atende uma lei de 2003 e uma resolução de 2007 da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para que as operadoras mantenham o cadastro atualizado de clientes do pré-pago.

Esta é apenas a primeira fase do projeto. Em março de 2020 será iniciada a segunda fase, com a adoção de um novo modelo de cadastro por parte das operadoras, que valerá para novas ativações.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS

Mais Telefonia