Topo

Chip do tamanho de um prato promete impulsionar inteligência artificial

Reprodução
Imagem: Reprodução

De Tilt, em São Paulo

23/08/2019 12h34

A tendência é que as novidades tecnológicas sejam cada vez menores para se encaixar com mais praticidade no nosso cotidiano, mas uma start-up do Vale do Silício está desafiando essa lógica ao construir o mais chip de computador, equivalente ao tamanho de um prato de jantar.

Os engenheiros da Cerebras por trás do chip acreditam que ele pode ser usado em centros de dados gigantes e ajudam a acelerar o progresso da inteligência artificial desde carros autônomos até assistentes digitais.

Alguns especialistas acreditam que esses chips desempenharão um papel fundamental na corrida para a criação de inteligência artificial, mudando potencialmente o equilíbrio de poder entre empresas de tecnologia e possivelmente nações, a partir de sistemas de vigilância e armas autônomas.

O Google já construiu esse chip e o usa em uma ampla gama de A.I. projetos, incluindo o Assistente do Google, que reconhece comandos de voz em telefones Android, e o Google Tradutor, que traduz um idioma para outro.

"Há um crescimento monstruoso neste campo", afirma o executivo e fundador da Cerebras, Andrew Feldman.

O preço desse chip "prato" dependerá da eficiência com que a Cerebras e seu parceiro de fabricação, a TSMC, sediada em Taiwan, poderão construir o chip.

"Não é que as pessoas não tenham conseguido construir esse tipo de chip. O problema é que eles não conseguiram construir um que seja comercialmente viável", disse Rakesh Kumar, professor da Universidade de Illinois.

Mais Inteligência artificial