Topo

Molhou tudo! O que fazer se o celular ou notebook tomar um banho inesperado

Veja o que fazer para salvar seu eletrônico de água e outros líquidos - Arte UOL
Veja o que fazer para salvar seu eletrônico de água e outros líquidos Imagem: Arte UOL

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

17/08/2019 04h00

Sem tempo, irmão

  • Derrubou o eletrônico na água? Primeiro, coloque-o em um local seco
  • Desligue o aparelho e retire as baterias (se for o caso)
  • Deixe em ambiente seco e sem incidência do sol
  • Molhou com água? A chance de recuperar é maior

Aparelhos como smartphones, tablets e notebooks parecem ter uma predisposição para mergulhos involuntários. Se você ainda não sofreu com isso, certamente conhece alguém cujo celular foi parar no vaso sanitário ou na poça ou cujo computador sofreu um banho de café ou de chuva. Nessa hora, não adianta se desesperar.

A primeira dica é tirar o aparelho da água o mais rápido possível e desligá-lo. Isso ajuda a evitar danos sérios aos seus componentes.

Se o celular ficou submerso por um longo período, não hesite e procure diretamente uma assistência técnica.

Em situações menos críticas, comece desmontando todas as partes de fácil acesso para que o ar circule melhor e ajude a secar mais rápido. No caso dos notebook, comece pela bateria. Em celulares, pela capinha. Só não tente secar as partes internas, ok?

Depois, deixe o aparelho em uma área aberta, mas sem a incidência direta do sol (especialmente sobre a tela). Um secador de cabelos pode ajudar a evaporar o líquido, desde que esteja em temperatura média --ou seja, o ar não pode queimar sua mão. Calor em excesso danifica o aparelho ainda mais.

Segure a ansiedade. Secar leva tempo, então espere um ou dois dias antes de tentar ligar o aparelho novamente. Ligar quando ainda há líquidos no interior pode resultar num curto-circuito.

Café ou água?

É preciso ainda analisar o tipo de líquido. Quando o desastre envolve água, a probabilidade de recuperação é bem maior. Café, água do mar, sucos e outros líquidos tendem a deixar resíduos no interior dos aparelhos uma vez que secam.

Como a água conduz eletricidade, ela pode causar danos irreversíveis na placa-mãe, que conecta todos os componentes do eletrônico. Mas, como a água limpa não possui partículas, é mais fácil de secá-la sem danificar sistemas elétricos.

Secou?

Hora de ligar. Se funcionar, pode respirar aliviado. Se não, procure uma assistência técnica para que eles tentem um banho químico, com álcool isopropílico. Os profissionais também podem fazer uma limpeza mais cuidadosa para evitar ferrugem.

Fontes: Diego Felipe Bezerra, técnico em smartphone da Suporte Smart; João Carlos Lopes Fernandes, professor do curso de Engenharia de Computação do Instituto Mauá de Tecnologia.

Eletrônicos (in)úteis, robôs e mais bugigangas...

Gadgets que queremos

Só Tilt Salva! Dicas para você aproveitar muito seu celular

Confira nossa página

Errata: o texto foi atualizado
Uma versão inicial do texto dizia "Se funcionar, por respirar aliviado". "Por" foi trocado por "pode", e o erro corrigido.

Mais Dicas de tecnologia