Topo

O que o motorista de aplicativo sabe sobre o passageiro antes da viagem?

Há algumas diferenças nas informações compartilhadas pelos aplicativos aos motoristas - iStock
Há algumas diferenças nas informações compartilhadas pelos aplicativos aos motoristas Imagem: iStock

Thiago Varella

Colaboração para o UOL, em Campinas (SP)

12/08/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Antes da corrida, motoristas de aplicativos de carona têm informações sobre passageiros
  • Na 99, motorista vê nome, frequência de uso, destino e foto do usuário
  • Cabify fornece dados básicos (como nome e local de origem) e um chat de comunicação
  • Uber, por sua vez, não exibe pontos exatos de embarque e desembarque do passageiro

Quando você solicita um carro por um aplicativo de transporte, como o Uber, 99 ou Cabify, o básico sobre o motorista aparece na tela do seu celular. Ali, o passageiro sabe, pelo menos, o primeiro nome, o carro e a placa do veículo.

Mas, o que será que o motorista sabe sobre o passageiro? O UOL Tecnologia conversou com as três empresas para saber quais dados elas compartilham com os motoristas.

99

Assim que recebe uma corrida no sistema, o motorista da 99 consegue visualizar o primeiro nome do passageiro, informações sobre a frequência com que ele usa o aplicativo, a forma de pagamento, o destino da viagem e a foto do usuário, caso ele a tenha cadastrado.

Motorista e passageiro conseguem se comunicar por meio de um chat dentro do próprio aplicativo e podem realizar uma ligação telefônica. Os números de cada um, no entanto, ficam escondidos. Após o fim da corrida, não há mais a possibilidade de comunicação.

A 99 mantém informações de histórico dos passageiros, como primeiro nome, número de corridas feitas, destinos e valores gastos, como forma de controle para o próprio usuário.

Cabify

No Cabify, o motorista, assim que aceita uma corrida, tem acesso ao nome e à foto do passageiro, além de local de origem e destino.

O aplicativo também oferece a possibilidade de comunicação entre motorista e passageiro por meio de um chat. A empresa afirmou que "orienta os seus condutores que o contato deve ser feito sempre de forma profissional e respeitando a privacidade dos passageiros".

Uber

Os motoristas da Uber também só sabem o nome do passageiro assim que aceitam a corrida. Neste ano, a empresa deixou de mostrar para os motoristas os pontos exatos de embarque e desembarque do passageiro no histórico de viagens. A ideia é a de proteger a privacidade do cliente.

Segundo a Uber, agora os motoristas têm informações suficientes para que identifiquem viagens anteriores em caso de eventuais pendências ou necessidade de suporte, ao mesmo tempo em que a empresa preserva o endereço do usuário.

O aplicativo também tem um serviço de chat entre motorista e passageiro, que pode ser utilizado apenas no período em que a corrida estiver em aberto.

Motoristas relatam: a violência sexual pula pro banco da frente

Leia mais

"Tapa na cara dos machistas": ela é a motorista da Uber mais bem avaliada no RJ

Leia mais

Mais Transporte