Topo

Por R$ 4.999, aspirador-robô da Samsung promete limpar até cantos da casa

Novo aspirador-robô da Samsung tem a cor rosa-dourado - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Novo aspirador-robô da Samsung tem a cor rosa-dourado Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

31/07/2019 10h00

Resumo da notícia

  • Samsung traz pela primeira vez ao Brasil seu aspirador-robô
  • Produto vai custar R$ 5.999 no país e limpa a casa automaticamente
  • Objeto mapeia o ambiente e tem a capacidade de limpar até cantos da parede
  • Aspirador ainda pode ser pareado com aplicativo e ter limpezas programadas

A Samsung começa a vender nesta quarta-feira (31) seu aspirador-robô pela primeira vez no Brasil. O produto, que tem como funções de destaque a possibilidade de limpar cantos de paredes e o mapeamento do ambiente que permite seu funcionamento autônomo, chega ao país com preço inicial de R$ 4.999.

O novo eletrodoméstico, chamado POWERbot VR7200, aumenta o portfólio de itens para a casa inteligente e conectada da marca no Brasil. Outras empresas, contudo, já vendem robôs-aspiradores por aqui há um tempo. Do famoso "Roomba" a outros de marcas populares como Mondial, o produto já aparece nas lojas brasileiras com várias funcionalidades e preços - de algumas centenas de reais a alguns milhares.

A Samsung tenta justificar o preço do aparelho pelo fato de ser um dos tops de linha da marca fora do Brasil e também por possuir funções que não são vistas em parte da concorrência - como falar em português com o usuário e o poder de conseguir limpar com mais eficiência cantos de paredes, graças a seu formato e a uma pá interna do dispositivo.

"A lógica do aspirador está dentro da nossa área de eletrodomésticos, de linha branca. E linha branca a gente só trabalha com produto premium aqui. Tem muita tecnologia embarcada nele. Mapeia o ambiente pelo teto, entende a configuração do cômodo para traçar rota sozinho", afirma Rafael Garcia, gerente de produtos da Samsung.

Mapeia a casa e limpa automaticamente

O dispositivo conta com uma câmera que mapeia o ambiente em que o robô está logo após deixar a base. Com o local mapeado, o algoritmo interno do equipamento traça rotas para limpar o cômodo de maneira eficiente. Segundo a Samsung, os dados coletados por essa câmera não são compartilhados e nem salvos na nuvem - no máximo, geram gráficos de deslocamento que ficam no aplicativo pareado.

App mostra em gráfico caminho percorrido pelo aspirador - UOL
App mostra em gráfico caminho percorrido pelo aspirador
Imagem: UOL

O POWERbot ainda tem quatro sensores na frente que evitam que o robô bata em objetos pelo caminho, como um pé de cadeira ou o brinquedo de uma criança. Uma fita magnética que acompanha o produto pode ser colocada em áreas para delimitar o percurso do robô - como para evitar que ele caia em uma escada ou que entre no box do banheiro, já que não é à prova d'água.

A novidade da Samsung tem uma altura de 97 mm. Com esse tamanho, o equipamento pode se enfiar embaixo de camas para realizar a limpeza, mas não consegue entrar na maioria dos sofás com pouca altura entre o chão e o móvel - o usuário terá que arrastar para o robô tirar o pó acumulado embaixo.

Limpa os cantos e entende o chão

Um diferencial do produto, segundo a Samsung, está na capacidade do objeto limpar os cantos das salas, algo que é um desafio para robôs. Isso é possibilitado pelo formato diferente dele - enquanto a maioria dos modelos são circulares, este tem a frente reta para poder encaixar nas paredes. Ele ainda conta com uma pá que arrasta as sujeiras que estão mais encostadas na parede.

"Normalmente os outros têm escovinhas laterais que jogam a poeira para o centro. No nosso a frente dele é reta e a gente consegue que a escova seja a maior da categoria. Para limpar os cantos isso ajuda muito, como é retilíneo ele encosta na parede e usa a pá, arrastando o pó e aumentando o poder de sucção", conta Rafael.

É a primeira vez que a Samsung traz um aspirador de pó robô ao Brasil - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
É a primeira vez que a Samsung traz um aspirador de pó robô ao Brasil
Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

O robô ainda consegue identificar automaticamente o tipo de piso para ajustar a potência do aparelho - são três (silencioso, normal e turbo). Enquanto suga o ar do chão, um algoritmo consegue entender qual o piso em que está - se o chão for duro, vai usar uma potência menor, mas se for carpete ou tapete, a sucção será maior.

Se o usuário não quiser deixar o robô limpando automaticamente a casa e quiser tirar alguma sujeira específica, pode usar um laser do controle remoto do produto. Basta apontar que o dispositivo será guiado para a região desejada.

Elimina cabelos e pelos

Desafio para a maioria dos aspiradores de pó e uma das principais sujeiras de casas, o aspirador da Samsung ainda conta com uma solução própria para se livrar de cabelos ou pelos de animais. O aspirador foi criado de forma que essas sujeiras recebam um tratamento especial.

Aspirador conta com sistema especial para lidar com fios e pelos - Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Aspirador conta com sistema especial para lidar com fios e pelos
Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

"As escovas jogam o cabelo para o centro e depois destroem o cabelo. Cabelo é um dos grandes problemas de aspirador-robô em geral, ele começa a girar e às vezes trava o produto. Aqui ganha uma durabilidade maior com isso", diz Rafael.

As escovas, segundo a Samsung, apresentam uma durabilidade longa. O produto ainda vem com dois filtros - sendo um extra. As sujeitas vão sendo acumuladas dentro de um compartimento interno do robô, que acumula até 300 gramas de pó - é possível ver o estado dele pela transparência da carcaça do objeto. Para limpar, basta passar uma água e secar. A Samsung disponibilizará filtros e escovas em sua loja, para quando houver a necessidade de substituição.

Programação com app e fala limitada

Você pode agendar limpezas pelo app - UOL
Você pode agendar limpezas pelo app
Imagem: UOL

Um detalhe do novo brinquedinho da Samsung é que ele pode ser pareado com o aplicativo Smart Things, que controla os eletrodomésticos tecnológicos da empresa. Por meio do app, você pode programar limpezas para determinados dias e horários, pode "dirigir" o robô como se fosse um carrinho de controle remoto e verificar os relatórios de limpezas, como gráficos do caminho percorrido.

O aspirador-robô ainda fala com o usuário - em português, são apenas algumas falas programadas para determinadas funções, como "iniciando limpeza" ou "retornando para a base". Além desses comandos, o usuário pode utilizar a Bixby para comandar o robô, mas a assistente virtual da Samsung para celulares da marca ainda não funciona na nossa língua.

Recarregamento automático

O aspirador é completamente autônomo, inclusive para seu carregamento. Ele tem três autonomias diferentes de bateria: 60 minutos no modo turbo, 75 minutos no modo normal e 90 minutos no modo silencioso - segundo o gerente da Samsung, é o suficiente para fazer duas limpezas em um ambiente de cerca de 40 metros quadrados.

Ao perceber que a bateria está no fim, o objeto retorna automaticamente para seu dock de carregamento. A recarga total dura duas horas e 40 minutos. Depois de feita a recarga, o robô guarda a informação de onde parou a limpeza e segue novamente para as áreas da casa que ainda necessitam ser aspiradas.

Errata: o texto foi atualizado
A Samsung havia informado que o preço do aspirador seria de R$ 5.999, mas depois alterou o valor para R$ 4.999. A reportagem foi atualizada com o novo preço.

Gadgets