Topo

iPhone, Galaxy S e Note: quanto seu celular se desvalorizou em um ano?

Galaxy Note 9 (à esquerda), o Galaxy Note 8 (centro) e iPhone X (à direita) - Lilian Ferreira/UOL
Galaxy Note 9 (à esquerda), o Galaxy Note 8 (centro) e iPhone X (à direita) Imagem: Lilian Ferreira/UOL

Felipe Germano

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/05/2019 04h00

Resumo da notícia

  • Levantamento de preços feito pelo BuscaPé mostra quanto cada celular desvalorizou em um ano
  • Na média, os aparelhos da Apple foram os que mantiveram o preço mais alto: perda de apenas 16%
  • Enquanto, os aparelhos Galaxy Note tiveram perda média de 18% e os Galaxy S, de 19%
  • A análise por modelo, contudo, mostra que o Galaxy S8 teve a menor perda em 365 dias: R$ 80
  • Já o iPhone SE perdeu 37% do seu valor, ou seja, R$ 860 em um ano

Há tempos um celular não é mais só um gadget. Está mais para um investimento. Já contamos aqui que dá, por exemplo, para mobiliar uma casa com o preço de um iPhone top de linha. E como grandes custos trazem grandes responsabilidades é importante entender quanto valor esse celular vai perder ao longo do tempo (se o preço é de carro, a lógica também deve ser).

Usando dados levantados pelo Buscapé especialmente para o UOL Tecnologia, analisamos qual o padrão de desvalorização dos principais aparelhos top de linha do mercado. Os modelos escolhidos foram os principais lançamentos entre 2015 e 2017 das linhas iPhone, Samsung Galaxy S e Samsung Galaxy Note.

A regra para analisar foi sempre a mesma: comparamos o preço de lançamento com o valor de venda exatos 365 dias depois (ficaram de fora, então celulares que ainda não completaram um ano de lançamento). Os valores analisados sempre são referentes a aparelhos novos. Nenhum modelo usado foi considerado.

Uma visão geral

Se analisarmos única e exclusivamente os principais lançamentos anuais de cada marca entre 2015 e 2017 conseguimos ver, por exemplo, como o iPhone X mudou o padrão de custo dos aparelhos. Mesmo assim foi a linha da Apple (com os modelos 6S Plus, 7 Plus e X) foi a que menos perdeu valor entre esses modelos. A média aqui foi de 16% a menos nos celulares iOS, frente à desvalorização de 19% na linha S (representada pelo S6 Edge+, S7 Edge e S8+) e perda de 18% nos telefones Note (avaliados pelos preços dos modelos 5, 7 e 8).

Os gráficos abaixo ajudam a visualizar melhor o cenário:

Em detalhes:

Olhando mais de perto conseguimos detectar melhor se vale ou não investir alguns milhares em um só aparelho. Abaixo você vê análises, separadas por marca:

Encontrou seu celular? Ficou feliz com o resultado? Se não, tudo bem. Que essa análise o ajude na compra do próximo. É aquele papo: há tempos um celular não é mais só um gadget - com a informação certa, você também não é qualquer comprador!

Smartphone