Topo

Muita coisa nova! Veja o que vai mudar no WhatsApp, Facebook e Instagram

Zuckerberg anunciou novidades para o futuro do Facebook, Instagram e Messenger - Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Zuckerberg anunciou novidades para o futuro do Facebook, Instagram e Messenger Imagem: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

30/04/2019 16h26Atualizada em 02/05/2019 10h05

Resumo da notícia

  • Mark Zuckerberg anunciou no F8 mudanças no Facebook, WhatsApp e Instagram
  • Facebook terá um design novo total e passará a focar mais em grupos
  • WhatsApp irá levar a função de pagamentos para o resto do mundo e melhorará app Business
  • Instagram terá novas opções de compras, mudança no Stories e testes pelo fim das curtidas

Pagamentos no WhatsApp. Uma completa e histórica remodelação da página principal do Facebook. O 'fim' dos likes no Instagram. Mark Zuckerberg e seus aliados não economizaram no anúncio de novidades para suas plataformas nesta terça-feira (30), durante a conferência F8, o principal evento do Facebook no ano.

As mudanças anunciadas por Mark Zuckerberg vão afetar todas as empresas controladas por seu conglomerado dominante em redes sociais e serviços de mensagens. Como já havia afirmado antes, após anos recentes de escândalos e polêmicas, o fundador do Facebook quer criar uma nova plataforma baseada na privacidade. E as primeiras mudanças físicas já começaram a aparecer.

Zuckerberg apontou que a mudança para o futuro que ele vislumbra vai levar anos, mas alguns pequenos passos foram dados nesta terça; Abaixo, confira tudo o que vai mudar nos próximos meses nas principais plataformas que você usa:

Facebook

Novo design completo

Mark Zuckerberg mostra o novo design do Facebook - Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Mark Zuckerberg mostra o novo design do Facebook
Imagem: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

O Facebook sofrerá sua maior mudança nos últimos anos, sendo redesenhado do zero no mobile e desktop. Um novo design completo, abandonando até seu tradicional azul, vai aparecer primeiramente para usuários dos Estados Unidos e Canadá, seguindo depois para o resto do mundo. Uma das novidades é que várias abas no topo focarão em diferentes elementos da rede social, além do visual estar mais limpo. Até o logo da rede social irá mudar.

"Essa é a maior mudança no app e site do Facebook nos últimos cinco anos. Não vamos só atualizar o site, vamos mudar até o ícone do Facebook pela primeira vez desde que me lembro. Vai começar hoje nos Estados Unidos e nas próximas semanas vai para o resto do mundo", apontou Zuckerberg.

Foco em comunidades

Parte dessa mudança tem a ver com um foco maior da rede social nos grupos na plataforma. O Facebook quer que, enquanto nós infelizmente abandonamos os ambientes físicos de reuniões em grupo, tenhamos mais grupos com significado e úteis na rede social. Grupos e eventos vão ganhar uma aba única no topo e começarão a aparecer com mais frequência no feed. A rede social também sugerirá aos usuários novos grupos para participar cada vez mais. A comunidade passa a ser o centro do site, o que lembra até o finado Orkut.

"Estamos trabalhando em uma evolução gigante para redesenhar o app do Facebook e transformar a comunidade como centro. Essa é a quinta principal evolução do Facebook na história e queremos fazer com que comunidades sejam tão importantes quanto amigos", explicou Zuckerberg.

Dating no Brasil

O Facebook anunciou que seu rival do Tinder, chamado de Dating, chegará agora ao Brasil. Antes disponível em apenas cinco países (Canadá, Argentina, Colômbia, México e Tailândia), a plataforma agora poderá ser usada por brasileiros. O Dating está integrado ao app do Facebook, mas exige que você faça um novo cadastro para criar serviços separados.

WhatsApp

Pagamentos em breve no resto do mundo

Pagamentos no WhatsApp chegarão a mais locais neste ano - Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Pagamentos no WhatsApp chegarão a mais locais neste ano
Imagem: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

Mark Zuckerberg afirmou que a aguardada opção de pagamentos pelo WhatsApp, atualmente em teste na Índia, seguirá em breve para o resto do mundo. Por meio do novo recurso, usuários poderão fazer transferências de dinheiro de forma simples pelo aplicativo, algo que o WeChat, dominante na China, já tem.

Acho que devia ser tão simples mandar dinheiro para alguém quanto mandar uma foto
Mark Zuckerberg

Catálogo para negócios

O WhatsApp Business, app voltado para negócios, também terá novidades interessantes. Agora, estabelecimentos poderão criar um catálogo de produtos para seus clientes saberem tudo o que oferecem. Pelas imagens mostradas, será semelhante a um cardápio presente no iFood ou Uber Eats.

Mais foco no Status

Zuckerberg dedicou um tempo especial de sua fala sobre o WhatsApp para falar do Status. A plataforma de vídeos efêmeros é mais usada até do que os Stories do Instagram. O fundador da rede social destacou a possibilidade de criar uma experiência privada, de contato para contato, e apontou que o WhatsApp irá implantar novidades no serviço de vídeos efêmeros, sem especificar quais.

Instagram

Shopping e compra por influenciadores

O Instagram também terá o aplicativo remodelado. Agora, a rede social contará com uma aba de shopping para que seja mais fácil comprar produtos pelo serviço - ela também pretende aumentar as regiões que aceitam pagamento diretamente no app do Instagram. Além disso, será oferecida a possibilidade de usuários comprarem diretamente de influenciadores da rede social que façam propaganda de algum produto.

Nova câmera no Stories

Os Stories também mudarão. Agora, você não precisará começar um post por uma foto ou vídeo - uma nova seção chamada "modo criador" deixará que o usuário monte um Story da forma que quiser, seja só com stickers animados ou o que queira. O Stories também terá um novo sticker de doação para que as pessoas possam criar campanhas de arrecadação de fundos no serviço;

Fim das curtidas?

O F8 também serviu como palco para que o Instagram confirmasse que fará testes para esconder o número de curtidas que uma foto recebe. Até mesmo o número de seguidores em perfis poderá ficar privado, no que a rede social chama de experimentos para retirar algumas métricas. Essa ação visa conter a ansiedade e problemas psicológicos causados pela rede social, principalmente em adolescentes.

Messenger

App para desktop

O Messenger ganhará um novo app para desktop. Agora, será possível conversar com amigos sem necessariamente abrir a plataforma por meio do navegador. Bastará ter o app instalado no Windows ou Mac.

Aba 'Friends' integrada com outros apps

O primeiro passo da integração das várias plataformas do Facebook aparecerá no Messenger. O serviço ganhará uma nova aba chamada "Friends", em que reunirá conteúdos que seus amigos publicarem no Facebook e no Instagram, como Stories.

"Você poderá ver posts do Instagram, posts do Facebook e mais no Messenger. Isso dá um senso de como podemos fazer os aplicativos operarem entre si", afirmou Zuckerberg.

Ligação para WhatsApp

Outra novidade anunciada é que em breve será possível conversar com pessoas de outros aplicativos a partir do Messenger. Será possível, por exemplo, ligar para alguém que você conhece no WhatsApp ou então conversar com alguém do Instagram, mesmo que você não tenha eles no Facebook como amigos.

Redes sociais