Topo

Tira foto da Lua! Huawei lança P30 com super zoom e anuncia volta ao Brasil

Helton Simões Gomes

Do UOL, em Paris (França)*

26/03/2019 10h30

Resumo da notícia

  • A chinesa Huawei lançou o P30 e o P30 Pro, sua nova linha de celulares top de linha
  • Empresa voltará ao Brasil após cinco anos, apenas com estes celulares mais caros
  • Grande destaque é a poderosa câmera, que traz tecnologia de submarinos no zoom
  • O zoom é tão potente que você consegue tirar fotos da Lua com ótima qualidade

A briga pelo bolso do comprador de celular no Brasil está prestes a pegar fogo. A fabricante chinesa Huawei lançou nesta terça-feira (26) dois novos smartphones (P30, e P30 Pro) para renovar sua linha de aparelhos reconhecida por caprichar nas câmeras.

Os smartphones P30 são aqueles que a Huawei trará ao Brasil em maio, pouco mais de cinco anos após deixar o mercado local. Dessa vez ela optou pelo foco nos top de linha, não nos baratinhos.

Os novos celulares mantêm as três câmeras que ditaram moda no ano passado - e até elevam o sarrafo (o P30 Pro possui quatro sensores) - e agora tomam emprestado uma tecnologia de submarinos para que as fotos possam ser tiradas com zoom de até 50 vezes. É tão potente que se pode tirar fotos da Lua.

P30

  • Tela: 6,1 polegadas de OLED
  • Câmera: traseira quádrupla (wide de 40 MP, ultra wide de 20 MP, telefoto de 8 MP); selfie de 32 MP
  • Memória: 128 GB / 6 GB de RAM
  • Bateria: 3.650 mAh
  • Processador: HiSilicon Kirin 980
  • Preço: 799 euros

P30 Pro

  • Tela: 6,47 polegadas de OLED
  • Câmera: traseira quádrupla (wide de 40 MP, ultra wide de 20 MP, telefoto com periscópio de 8 MP e sensor "Time-of-flight); selfie de 32 MP
  • Memória: 128 GB, 256 GB, 512 GB / 8 GB de RAM
  • Bateria: 4.200 mAh
  • Processador: HiSilicon Kirin 980
  • Preço: 999, 1.099 e 1.249 euros, variando conforme a capacidade de armazenamento.

O Brasil terá duas versões do P30: a Pro e a Lite - Divulgação
O Brasil terá duas versões do P30: a Pro e a Lite
Imagem: Divulgação

Câmera

A linha P é aquela em que a Huawei mais capricha nas câmeras. Para começar, a lente é da Leica, a lendária fabricante de máquinas fotográficas. A câmera de selfie é capaz de tirar fotos com resolução de impressionantes 32 MP. Ainda assim, você deve prestar atenção nas câmeras traseiras

O P30 tem três câmeras (wide de 40 MP, ultrawide de 16 MP e telefoto de 8 MP). Nesse quesito, o P30 Pro possui duas modificações: um sensor a mais, o "Time-of-flight", que é usado para calibrar melhor as profundidades de uma cena a fim de tirar melhores retratos (faz isso mensurando o tempo que a luz demora para ir a um elemento e voltar); outra é a adição à câmera de telefoto de um periscópio, a tal tecnologia de submarinos.

Esse equipamento é usado pelas embarcações que navegam submersas. A grosso modo é um cilindro que possui diversas lentes dentro e cuja manipulação permite que alguém olhando por uma de suas extremidades veja as imagens captadas do outro lado aumentadas diversas vezes. Toda essa estrutura estará dentro do P30 Pro e é capaz de ampliar as imagens cinco vezes. Como o trabalho do software consegue aumentar imagens em até 10 vezes, ao todo, o celular é capaz de ampliar uma imagem em até 50 vezes. Quer uma amostra?

P30 é capaz de fotos nítidas da Lua - Weibo/Reprodução
P30 é capaz de fotos nítidas da Lua
Imagem: Weibo/Reprodução

Richard Yu, executivo-chefe do braço de consumo da Huawei, publicou em fevereiro uma foto da Lua tirada com um desses aparelhos. Se você já tentou registrar imagens do satélite da Terra com um celular, sabe que não é tarefa fácil devido à luminosidade e à distância.

Vídeo

Os smartphones da linha P30 também ganharam algumas novidades na captação de vídeos. Será possível gravá-los escolhendo quais lentes serão usadas e dividir a tela ao meio para analisar como a mesma cena é gravada com as lentes restantes.

No P30 Pro, será possível ver, em um canto da tela, uma cena em close-up, e, no outro canto, a mesma cena sendo filmada com enquadramento mais aberto.

Huawei demonstra ferramentas de vídeo do P30

UOL Notícias

Sensor de digitais

Os aparelhos podem ser destravados por meio do reconhecimento facial ou ao encostar um dedo cadastrado na tela. Eles possuem, abaixo do display, leitores de impressões digitais.

O processador de ambos os aparelhos é o HiSilicon Kirin 980. Eles virão em cinco cores: preto, branco perolado, cristal, vermelho e verde.

Bateria

Os aparelhos são equipados com boas baterias. O P30 tem uma de 3.650 mAh e o P30 Pro, uma de 4.200 mAh. Este último pode ser carregado sem fio, apenas aproximando-o de uma base de recarga. Ele também conta com carregamento rápido, que dá 70% de bateria ao aparelho em 30 minutos.

O smartphone também terá a chamada "carga reversa sem fio", função também presente no Galaxy S10. Isso significa que o próprio celular serve como carregador - basta encostar outro dispositivo que use carregamento sem fio na traseira do P30.

Brasil

Mesmo que tenha escolhido a nova linha para seu retorno ao Brasil, a Huawei não vai vender no país todos os aparelhos. Chegarão às lojas apenas o P30 Pro e uma versão "leve" do P30, chamado de P30 Lite -- suas configurações ainda serão divulgadas. Ainda assim, ter optado por celulares com características premium denota a mudança de rota adotada pela Huawei em seu retorno ao país.

Em sua primeira passagem, a estratégia variava. Quando começou a vender celular no Brasil, em 2013, escolheu o baratinho Ascend G510, mas, ao se despedir, em 2014, ainda comercializava o top Ascend Mate 7.

De início, o plano é importar os aparelhos, mas, com o tempo, a Huawei pretende produzir localmente no Brasil. Os preços não foram divulgados no país, o que ocorrerá em abril.

A chegada da Huawei às lojas brasileiras vai nacionalizar uma disputa internacional. A chinesa já é número um na China e desbancou a Apple da segunda colocação mundial em alguns trimestres no ano passado. A meta da empresa agora é bater a toda-poderosa Samsung, que tem mais de 50% do mercado brasileiro.

A sul-coreana, que passou a rivalizar com a Apple não só em tecnologia, mas também nos preços altos, deve sofrer. A Huawei tirou mercado da fabricante dos iPhones na China oferecendo aparelhos competentes do ponto de vista da tecnologia, mas cobrando valores que chegavam a ser a metade dos da rival.

Comparando com a concorrência

Ao longo de quase toda apresentação do P30, Richard Yu trouxe comparações do smartphone da Huawei com o iPhone XS Max e o Samsung Galaxy S10, atuais concorrentes por essa categoria do mercado de smartphones. Os contrastes nas demonstrações feitas com as câmeras dos três diferentes celulares foram grandes. Tanto o zoom, quanto a iluminação artificial do P30 se mostraram superiores aos dos concorrentes.

O mesmo aconteceu nos vídeos, com uma exibição que comparou um grupo de amigas cantando parabéns. Depois de apagar a vela, a imagem no iPhone XS Max e no Galaxy S10 escureceu significativamente, enquanto no P30 ainda era possível ver o grupo com nitidez de cores.

Outra comparação foi da parte frontal do P30 com iPhone XS Max. Richard Yu mostrou os dois smartphones lado a lado, com o objetivo de destacar como as bordas do celular da Huawei são menores, assim como o entalhe do smartphone da Apple é consideravelmente maior, ocupando uma porção maior da tela.

    *o jornalista viajou a convite da Huawei

    Mais Smartphone