Topo

Dupla é presa ao filmar quarto de motel; é possível achar câmera escondida?

Lente de câmera escondida. Detectar equipamentos de captação de imagens escondidos não é fácil, mas é possível - Getty Images/iStockphoto
Lente de câmera escondida. Detectar equipamentos de captação de imagens escondidos não é fácil, mas é possível Imagem: Getty Images/iStockphoto

Helton Simões Gomes

Do UOL, em São Paulo

23/03/2019 16h50

Resumo da notícia

  • Dois criminosos foram presos por transmitir ao vivo cenas de quartos de motel
  • Eles faturaram cerca de R$ 24 mil com a venda das imagens em um site
  • Caso ocorreu na Coreia do Sul, mas câmeras escondidas já foram achadas no Brasil
  • Há duas formas de achar os equipamentos

Essa história é de dar frio na barriga. Uma dupla de criminosos foi presa por instalar minicâmeras em quartos de hotéis para filmar os clientes. As imagens captadas por eles eram transmitidas ao vivo em lives pela internet em sites que cobravam pelo acesso.

A ação dos dois flagrou cerca de 1.600 hóspedes. Eles conseguiram configurar os equipamentos de captação de imagens em 42 quartos de 30 hotéis, distribuídos por 10 cidades da Coreia do Sul. Apesar de o caso ter ocorrido em um país distante, já houve casos no Brasil de câmeras terem sido encontradas em apartamentos alugados no AirBnb, a popular plataforma de aluguéis rápidos. Diante da dúvida, surge a pergunta: dá detectar câmeras escondidas? A boa notícia é que dá sim. A má notícia é que você só terá certeza mesmo se possuir um eletrônico usado por gente com pinta de espião.

O caso

O caso de espionagem do que as pessoas faziam em quartos de motéis sul-coreanos foi revelado na quarta-feira (20), quando a unidade de cibersegurança da polícia de Seul prendeu os responsáveis.

A dupla instalava lentes de 1 milímetro em set-o-boxes de TV, secadores de cabelo e até em meias. Os vídeos eram transmitidos por meio de um site fora da Coreia do Sul. Eles embolsaram 7 milhões de won (o equivalente a R$ 23,8 mil) ao vender 803 trechos de imagens a 97 pessoas. O site deles tinha mais membros, 4.099 usuários.

A polícia não prendeu outras duas pessoas que auxiliaram no posicionamento das câmeras. Ainda que o grupo tenha ganho dinheiro com a operação, toda a situação deve gerar um tremendo prejuízo. Eles podem pegar cinco anos de prisão por distribuir vídeos ilegais e ter de pagar até 40 milhões de won (R$ 136 mil).

Detectar câmeras em um ambiente é possível. Há, pelo menos, duas maneiras. Uma delas é bem óbvia, mas não fornece garantias de sucesso. A outra é tecnicamente mais precisa, apesar de trabalhosa e dispendiosa.

A maneira óbvia: olhe todo o local

Antes de mais nada, pergunte ao dono ou responsável pela casa ou quarto de hotel se há câmeras instaladas no local. Na melhor das hipóteses, ele pode ser franco com você e dizer se há câmeras ou não. E se houver, dizer onde elas estão.

Se achar uma câmera dessas no quarto do Airbnb, corra! - Rivaldo Gomes/Folhapress
Se achar uma câmera dessas no quarto do Airbnb, corra!
Imagem: Rivaldo Gomes/Folhapress


Se a resposta do dono ou responsável for "não", você ainda tem o direito de ficar desconfiado, já que a tecnologia miniaturizou as câmeras a ponto de ser possível colocá-las em qualquer objeto comum. Então você vai ter que fazer sua própria vistoria no local.

Você vai ter que olhar minuciosamente por todos os cômodos. As câmeras de vigilância convencionais são mais fáceis de achar, com formatos bem conhecidos de redoma ou retangular, e são geralmente posicionadas no teto, de preferência nos cantos, onde consegue-se um ângulo de visão maior.

Atente para webcams, que geralmente são bolinhas presas à tela do computador, ou na moldura de cima da tela de um laptop aberto. E acompanhe a fiação de aparelhos da casa até as tomadas da parede, para encontrar alguma que tenha escapado de sua checagem visual.

E quanto a aquelas câmeras ocultas citadas no começo deste texto, atrás de espelhos ou objetos? Uma dica é usar o flash do seu celular como lanterna ao longo de toda a vistoria, pois o brilho da luz poderá refletir na lente de uma câmera dessas, denunciando a sua localização.

A maneira mais difícil: detector de radiofrequência

Se você fez tudo do item anterior, mas ainda ficará cabreiro de alguma câmera ter escapado, o jeito mais preciso é investir em um aparelho chamado detector de radiofrequência, que custa R$ 100 no Mercado Livre (fora taxas extras).

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/detector-de-radiofrequencia-1542813790519.vm')

Esse detector mostra um indicador de luz que dispara quando encontra um aparelho que esteja trabalhando com sinais de radiofrequência. Basicamente, qualquer câmera que use Wi-Fi ou Bluetooth para enviar ou receber o vídeo em tempo real poderá acionar o detector.

O lado ruim é que os detectores não devem encontrar as câmeras que estão gravando, mas apenas as que estão transmitindo a gravação em tempo real. É apenas na segunda situação que as câmeras sem fio transmitem os sinais de rádio que podem ser identificados pelos eletrônicos.

Mais Segurança