Topo

Você verá as novas TVs 8K no Brasil mais rápido do que imagina

TV 8K QLED da Samsung de 98 polegadas - Bruna Souza Cruz/UOL
TV 8K QLED da Samsung de 98 polegadas Imagem: Bruna Souza Cruz/UOL

Bruna Souza Cruz

Do UOL*, em Las Vegas (EUA)

10/01/2019 13h14

A CES 2019, principal feira de produtos eletrônicos de consumo, anda jogando a tecnologia 8K na cara de todo mundo que a visita. Corredores repletos de televisões com telas gigantes e com o numeral destacado em cada esquina.

O 8K, de 7.680 x 4.320 pixels, não é uma tecnologia necessariamente nova, mas este ano vai ficar marcado como o do lançamento simultâneo de mais e mais televisões compatíveis com ela. E o Brasil não vai ficar de fora disso não.

Só para lembrar, a nova resolução é bem superior aos 3.840 x 2.160 pixels do 4K, já disponível em parte dos aparelhos vendidos hoje. Na prática, significa que você terá uma imagem ainda mais definida e com pixels cada vez mais invisíveis.

O UOL Tecnologia conversou com executivos da Samsung, LG e TCL, e a estratégia de todas é parecida: oferecer aos brasileiros telas com diferentes tamanhos que sejam compatíveis com o 8K.

Para a LG, esta é a tecnologia do ano para televisores. Ela trouxe como destaques a TV Z9, modelo Oled 8K de 88 polegadas, e vai vender globalmente neste ano a TV 8K Led de 75 polegadas. Segundo Igor Krauniski, gerente de TVs da LG no Brasil, ainda não há uma data para que os aparelhos cheguem ao nosso mercado, mas será "em breve".

Já a Samsung anunciou na feira que vai adicionar mais um modelo --gigante-- à sua linha de TVs 8K Qled lançada no ano passado. Além de aparelhos com 65, 75, 82 e 85 polegadas, vem aí uma televisão com 98 polegadas. Ou seja, quase 2,5 metros (na diagonal).

De acordo com Guilherme Campos, gerente de TVs da empresa, o Brasil vai receber alguns modelos ainda no primeiro semestre de 2019, embora não tenha dito quais. Só ressaltou que o objetivo da fabricante é agradar diferentes tipos de consumidores. O primeiro modelo a ser disponibilizado no Brasil tende a ser a TV 8K Qled de 65 polegadas, afirmou ele. 

"A entrada da categoria no mercado brasileiro não vai ser pequena. Estamos indo com uma estratégia bem forte, alinhada com parceiros para ter uma exposição boa. O consumidor vai ter oportunidade e opções para comprar a sua TV, vai achar online e em lojas físicas", disse.

A linha de TV 8K da TCL deve chegar ao Brasil no início do segundo semestre, segundo João Paulo Rezende, gerente de produto da marca. Os consumidores poderão comprar o modelo X10, uma televisão Qled de 75 polegadas.

Vale dizer que quem quiser viver a experiência de ter uma TV 8K em casa vai precisar de um bom espaço na parede. As telas precisam ter mais de 65 polegadas (mais de 1,6 metro na diagonal) para valer a pena. Se forem menores que isso, a melhor da imagem não é tão perceptível. 

Ninguém duvida que a nova geração de televisores deve crescer. Mas, resta saber quando nós, brasileiros, realmente vamos usufruir tanto dos aparelhos quanto dos conteúdos. Não temos acesso nem aos programas de TV 4K, que dirá aos conteúdos feitos para serem reproduzidos em 8K. 

As empresas dizem sempre a mesma coisa: quanto mais a tecnologia se popularizar, mais conteúdos surgirão.

Enquanto os conteúdos 8K não vêm, os sistemas de inteligência artificial podem dar uma ajuda. Eles conseguem melhorar a reprodução de imagens mesmo que elas estejam com resoluções inferiores. 

As televisões com essa tecnologia têm acesso a bancos de dados com milhares de imagens. Com a inteligência artificial, conseguem entender o que está presente em cada imagem, fazer uma busca nesse banco, comparar e tratá-las se for necessário para que sejam reproduzidas com uma melhor qualidade. 

Pensa na imagem de um parque. As TVs são capazes de identificar que se trata de um parque e perceber que o céu tem diferentes tons de azul, por isso captam diferenças entre dia, tarde e noite. Se a imagem do parque está com uma resolução 4K, a inteligência artificial busca imagens de parques e melhora a cena em tempo real. Você, em tese, nem percebe. 

Para darem conta do recado, os processadores dos televisores 8K receberam atualizações pesadas, que ampliaram a capacidade.

Vamos aguardar então para saber o preço desses brinquedinhos. Mas, vai preparando o bolso, que vai demorar para essas TV se tornarem mais acessíveis.

Veja como funciona a TV rolável da LG

UOL Notícias

Produtos