PUBLICIDADE
Topo

Desconecte os aplicativos vinculados ao seu perfil no Facebook; saiba como

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

01/10/2018 11h15

Pouco tempo depois de admitir que 50 milhões de usuários foram afetados durante uma invasão hacker, o Facebook detalhou o problema e informou que a falha de segurança não impactou apenas os logins dos usuários na rede social.

Para a preocupação de muita gente, aplicativos externos - como Spotify e AirBnb — que usavam o cadastro no Facebook para ser o login de entrada dos usuários também estiveram vulneráveis.

A empresa afirmou que está tomando as devidas providências, mas muitas perguntas ainda precisam ser respondidas. Não há ainda detalhes sobre as contas invadidas e nem sobre os possíveis danos causados aos usuários.

Veja também

Enquanto as respostas não chegam, existe uma forma de desconectar todos os aplicativos que estejam vinculados as nossas contas no Facebook. Não vai resolver, mas você poderá se sentir mais seguro enquanto a empresa não dá maiores explicações.

O primeiro passo é ir nas configurações do seu perfil.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/4abr2018---facebook-facilita-apagar-aplicativos-em-massa-no-perfil-1-1522848433555.vm')

Ao entrar na opção, procure o item "Aplicativos". Ali vão aparecer todos os programas que estão habilitados para usar o seu perfil na rede social para você ter acesso a eles.

"Estes são aplicativos e sites nos quais você entrou com o login do Facebook e usou recentemente. Eles podem solicitar informações que você escolheu compartilhar com eles", define o Facebook.

Marque todos os aplicativos (se você quiser, pode ser apenas alguns) e vá no botão "Remover".

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2018/4abr2018---facebook-facilita-apagar-aplicativos-em-massa-no-perfil-2-1522847301710.vm')

Ao fazer isso, o Facebook vai exibir uma mensagem informado que se você remover esses aplicativos e sites, a ação pode excluir sua conta e atividades dentro deles. Com isso, você pode perder o histórico e dados salvos nos programas.

Além disso, outra mensagem vai dar a opção de o usuário excluir todas as publicações, fotos e vídeos no Facebook que os aplicativos e sites possam ter publicado em seu nome.

Se você aceitar as condições, é só continuar o processo conforme orientado pela plataforma.

A partir disso, nenhum aplicativo de jogos, redes sociais, entre outros vai usar a sua conta no Facebook para funcionar.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-infografico','/2018/chamada-pagina-de-seguranca-1533128904275.vm')

Nova crise, seis meses depois

  • 52483
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2018/09/28/o-seu-perfil-no-facebook-deslogou-sozinho.js

Em março, a rede social mais popular do mundo já havia encarado o (até então) maior escândalo de privacidade de dados de sua história depois que a imprensa estrangeira divulgou a denúncia de Christopher Wylie, ex-funcionário da Cambridge Analytica, que revelou que a consultoria britânica usou testes de personalidade e curtidas para coletar dados e traçar o perfil psicológico de 87 milhões de usuários do Facebook, em 2014.

Com esses dados, a Cambridge agiu para influenciar nos resultados da campanha presidencial dos EUA, que elegeu Donald Trump, e do Brexit, o plebiscito que levou o Reino Unido a deixar a União Europeia. O Brasil também foi atingido, com 443,1 mil usuários do país atingidos.

Zuckerberg pediu desculpas e iniciou algumas mudanças na plataforma para melhorar a segurança. Em abril, depôs a legisladores dos EUA. No Senado, assumiu os erros, enquanto no Congresso afirmou ter sido uma das vítimas dos vazamentos.

Em maio, também falou ao Parlamento Europeu, onde recebeu duras críticas dos legisladores. "Eu acho que essa é sua 14ª ou 15ª desculpa. Você é capaz de arrumar isso? O único jeito que vejo de resolver é com regulamentações públicas", afirmou Guy Verhofstadt, ex-primeiro-ministro da Bélgica.

Proteção extra de segurança

O Facebook ainda não deu mais informações sobre os usuários que foram afetados pelo ataque hacker.

De qualquer forma, existe uma função que você pode habilitar neste momento para tornar o seu uso mais seguro e dificultar o acesso de terceiros ao seu perfil. É a chamada autenticação em duas etapas ou autenticação em dois fatores.

Trata-se de camada extra de segurança no processo de verificação dos dados dos usuários. A autenticação dupla também serve para proteger o seu celular, já que passa a exigir mais de uma etapa seu desbloqueio. Habilitar o recurso pode ajudar principalmente em caso de roubo, perda ou furto do aparelho.

Na prática, isso previne que alguém que roubou sua senha tenha acesso à sua conta, pois o criminoso só terá uma das etapas - a outra dependerá de algum outro item que está com você.

$escape.getH()uolbr_geraModulos('embed-foto','/2017/facebook---autenticacao-em-dois-fatores-1502911615090.vm')

  1. Em sua conta, vá em "Configurações" e selecione a opção "Configurações da conta"
  2. Procure o recurso "Segurança e login", role a tela para baixo até encontrar o "Use autenticação de dois fatores" e habilite a opção
  3. O Facebook oferece diversas opções como a segunda etapa de verificação (como mensagens de texto para o celular; código de segurança gerados pelo sistema e códigos em aplicativos de outras pessoas)
  4. Selecione a que deseja e siga as instruções até o final.

Evite golpes no WhatsApp com estas dicas