Topo

Elon Musk aparece fumando maconha, e ações da Tesla despencam

Reprodução/YouTube
Imagem: Reprodução/YouTube

Helton Simões Gomes

Do UOL, em São Paulo

07/09/2018 10h09

Elon Musk, o presidente da Tesla e da SpaceX, está acostumado a descortinar seus planos de maneiras bem inusitadas. Em uma descontraída entrevista ao podcast do comentarista de UFC Joe Rogan, ele revelou ter planos de construir um avião elétrico, ficou indignado com o uso de combustíveis fósseis e ainda fumou um cigarrinho de maconha. Tudo isso em uma transmissão ao vivo feita pelo YouTube na noite desta quinta-feira (6).

Fato é que as declarações e o comportamento de Musk não pegaram bem com o mercado, e as ações da Tesla chegaram a cair mais de 14% por volta das 12h20 desta sexta-feira (7) - no fechamento do mercado, a queda era de 6,94%. Coincidência ou não, o diretor financeiro da Tesla, Dave Morton, anunciou sua saída por estar desconfortável com o nível de atenção pública que a empresa vem recebendo ultimamente.

A bem da verdade, a maconha só entrou em cena mais de duas horas depois de a conversa ter começado. E foi introduzida por Rogan, que esclareceu se tratar de uma mistura de tabaco e maconha. Musk até se mostrou surpreso. “Isso é legal, né?”, perguntou. “Totalmente legal”, respondeu Rogan, que perguntou se ele já havia fumado. “Eu acho que eu já experimentei uma vez”, rebateu o executivo. “Ah, cara, qual é?”, brincou Rogan.

VEJA TAMBÉM:

Musk já afirmou que não fuma por isso ter efeitos ruins sobre ele. Em entrevista ao jornal “New York Times”, ele disse que “não estava louco de maconha” quando publicou uma mensagem no Twitter em que anunciava pensar em tirar a Tesla da Bolsa e comprar as ações da empresa por um valor de US$ 420.

Até esse momento da entrevista, Musk e Rogan conversavam sobriamente sobre diversos assuntos, apesar de uma garrafa de uísque estar por perto.

“Eu tenho um desenho para um avião”, revelou Musk. E acrescentou que a aeronave seria elétrica, o que dispensaria o uso de combustíveis fósseis e também seria capaz de decolar verticalmente e voar a velocidades supersônicas em altas atitudes.

“O mais interessante sobre um avião elétrico é que você quer ir o mais alto possível, mas você precisa de uma certa densidade de energia, porque você tem de superar a energia gravitacional potencial”, disse.

“Uma vez que você a tenha superado e esteja em altas altitudes, a energia que você usa é muito baixa e então você pode recapturar parte da energia gravitacional potencial. Por isso, você não precisa de nenhum tipo de energia de reserva”, completou.

Musk disse ter pensado bastante a respeito do projeto, mas só ter contado sobre ele a amigos e namoradas. Por isso, o avião não está no horizonte da Tesla ou da SpaceX.

“Carros elétricos são importantes, energia solar é importante, armazenamento estacionário de energia é importante. Essas coisas são muitos mais importantes do que criar um [avião] supersônico elétrico capaz de fazer decolagens verticais.”

Além de abrir seus planos secretos sobre mais um veículo elétrico, Musk ficou emocionado ao falar sobre como a humanidade precisava adotar energias sustentáveis mais rapidamente.

“Nós estamos jogando um jogo maluco aqui com a atmosfera e os oceanos. Nós estamos pegando grandes quantidades de carbonos do subterrâneo profundo e colocando isso, colocando isso na atmosfera. Isso é maluco. Não devíamos fazer isso. É muito perigoso. Deveríamos acelerar a transição para energias renováveis”, afirmou.

“O bizarro é que obviamente vamos ficar sem petróleo no longo prazo”, disse, para completar: “Então por que continuar a rodar esse experimento louco em que nos pegamos trilhões de toneladas de carbono e as jogamos na atmosfera e nos oceanos? Esse é um experimento insano, a coisa mais idiota da história da humanidade”.

Rogan perguntou: “Então nós estamos ferrados?”. “Não, não estamos ferrados, mas a aceleração [na adoção] de energia sustentável é muito devagar.”

Mais Tilt