Topo

Submarino de Musk foi um truque, diz mergulhador de resgate na Tailândia

Cápsula que foi oferecida por Musk - Reprodução
Cápsula que foi oferecida por Musk Imagem: Reprodução

Bruna Souza Cruz

Do UOL, em São Paulo

15/07/2018 11h14

A possibilidade de um mini-submarino criado pelo empresário Elon Musk ajudar no resgate dos 12 meninos e seu técnico de futebol presos dentro de uma caverna na Tailândia foi considerada um truque de relações públicas, segundo um dos mergulhadores que ajudaram na missão de salvá-los.

Para Vern Unsworth, a tentativa do dono da Tesla e Space X nunca iria funcionar.

"Ele [mini-submarino] simplesmente não tinha absolutamente nenhuma chance de funcionar (...) Ele não tinha ideia de como era a passagem da caverna", afirmou o mergulhador britânico em uma entrevista à CNN. “Foi só um truque de relações públicas”, acrescentou.

Unsworth afirmou que o mini-submarino era inflexível para passar pelos locais estreitos e obstáculos da caverna.

Veja também

Como a polêmica começou

Diante do drama que os meninos e o técnico enfrentavam, pessoas do mundo todo se colocaram à disposição para ajudar. Elon Musk foi um deles e começou a ser alvo de críticas e elogios desde então.

O bilionário ofereceu uma cápsula para ser usada no transporte dentro da água. O equipamento deveria ser carregado com a ajuda de mergulhadores e foi construído com um isolamento para que as crianças pudessem continuar respirando durante o trajeto.

Musk até chegou a visitar o centro de comando da operação de salvamento na Tailândia e afirmou ter deixado o equipamento disponível para o salvamento.

No entanto, o chefe da missão de resgate disse que o equipamento não era algo prático para ser usado no momento.

Mais Tilt