Topo

PR: site que incita violência racial e abuso infantil leva homens a prisão

Do UOL, em São Paulo

22/03/2012 12h29

A Polícia Federal prendeu nesta quinta-feira (22) dois homens que mantinham um site com conteúdo que incitava violência racial e abuso infantil. Emerson Eduardo Rodrigues e Marcelo Valle Silveira foram presos em um hotel de Curitiba durante a Operação Intolerância. O primeiro vive em Curitiba, enquanto o segundo tinha residência fixa em Brasília.

Dentre as postagens dos sites, algumas apoiavam Wellington Menezes de Oliveira, autor do massacre do Realengo no ano passado, que matou doze crianças ao entrar em uma escola no Rio de Janeiro. Os autores do site, inclusive, informaram à polícia que foram procurados por Oliveira para ser orientado sobre como proceder na ação criminosa. Eles também disseram à polícia que fazem parte de uma seita que prega o extermínio aos membros que não são fiéis à causa.

Segundo Flúvio Cardinelli, delegado da PF, há meses os dois membros publicavam conteúdos de apologia a crimes de violência contra mulheres, homossexuais, nordestinos, judeus e até incitação a abuso sexual contra crianças. Na área de descrição do site, os autores o definem como "um blog para chutar a cara das feministas...massacrar toda a escória esquerdista e politicamente correta".

O Ministério Público Federal recebeu, até o dia 14 de março, quase 70 mil denúncias relacionadas ao conteúdo discriminatório do site.

Os dois presos vão responder por crimes de incitação e indução à discriminação ou preconceito de raça, por meio de recursos de comunicação social (Lei 7.716/89); de incitação à prática de crime (Artigo 286 do Código Penal) e de publicação de fotografia com cena pornográfica envolvendo criança ou adolescente (Lei 8.069/90, Estatuto da Criança e do Adolescente, ECA). (Com Agência Brasil)

Mais Redes sociais