PUBLICIDADE
Topo

Novos astronautas de futuras missões para a Lua e Marte concluem treinamento da Nasa

Grupo de 13 astronautas é o primeiro a se formar no programa Artemis - Mark Felix / AFP
Grupo de 13 astronautas é o primeiro a se formar no programa Artemis Imagem: Mark Felix / AFP

10/01/2020 19h36Atualizada em 13/01/2020 13h59

Miami, 10 jan (EFE) — Seis mulheres e sete homens foram integrados nesta sexta-feira à Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa) depois de concluírem um treinamento de mais de dois anos para participar de futuras missões, que podem ter a Lua e Marte como destinos.

A cerimônia de graduação dos primeiros astronautas do programa Artemis, criado pelos EUA para recuperar a liderança espacial, ocorreu nesta sexta-feira no Johnson Space Center, em Houston, no Texas.

Pela primeira vez na história da Nasa, o evento foi aberto ao público. Além de familiares e amigos dos novos astronautas, estiveram presentes personalidades como os senadores John Cornyn e Ted Cruz.

O administrador da Nasa, Jim Bridenstine, disse que os recém-graduados foram selecionados entre as mais de 18 mil pessoas que se inscreveram para participar do treinamento.

Como parte do programa Artemis, a Nasa planeja enviar em 2024 dois astronautas — um homem e uma mulher — para explorar a superfície lunar. A viagem seria a primeira de uma série de missões anuais ao satélite da Terra, que contarão com a colaboração de empresas privadas e terão uso de tecnologias avançadas.

Os planos para Marte são de longo prazo. O objetivo da Nasa é iniciar a exploração humana do planeta vermelho em meados dos anos 2030.

Com os 13 recém-graduados, o número de astronautas em atividade na Nasa chega a 48.

A agência estuda a possibilidade de fazer uma nova convocatória para formar mais astronautas no futuro próximo.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado no penúltimo parágrafo do texto, foram 13 recém-graduados, e não 11. A informação foi corrigida.