Topo

Vacina japonesa contra dengue mostra eficácia de 80,2% em teste

08/11/2019 16h31

Madri, 8 nov (EFE).- Uma candidata a vacina contra a dengue elaborada por um laboratório japonês mostrou uma eficácia geral de 80,2% durante um teste, de acordo com um estudo publicado pelo jornal "The New England Journal of Medicine".

Cerca de 20 mil crianças saudáveis de 4 a 16 anos da América Latina e da Ásia participaram de um estudo de fase III, que visa avaliar mais completamente a segurança e eficácia na prevenção de doenças e envolve mais voluntários.

A vacina TAK-003, do laboratório japonês Takeda, foi administrada aos participantes do estudo em Brasil, Colômbia, Panamá, República Dominicana, Nicarágua, Filipinas, Tailândia e Sri Lanka.

Os participantes, que receberam o medicamento ou um placebo, foram submetidos a duas doses, com um período de três meses entre elas, e a vacina apresentou 80,2% de eficácia em 12 meses após a segunda.

"Foi bem tolerada, em geral, sem risco significativo de segurança até agora", disse a farmacêutica em um comunicado.

O estudo mostrou que a vacina candidata apresentou diferentes níveis de eficácia, dependendo do sorotipo: 73,7% para o DENV-1, 97,7% para o DENV-2 e 62,6% para o DENV-3. Para o DENV-4, "poucos casos" foram registrados a fim de provar plenamente a eficácia. A avaliação da segurança e da eficácia dos participantes continuará por um total de quatro anos e meio.

Um dos autores do estudo, Humberto Reynales, do Centro de Atendimento e Pesquisa Médica de Bogotá, disse que "os resultados desta primeira análise são muito encorajadores, indicando que a vacina pode potencialmente trazer importantes benefícios à saúde contra a dengue".

"Será importante continuar a analisar os resultados do teste ao longo do tempo para avaliar a eficácia a longo prazo e a segurança da vacina. Se dados de acompanhamento mais longos confirmarem esta observação inicial, estamos vendo um avanço significativo na luta global contra a dengue", comentou o especialista.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que 390 milhões de infecções por dengue ocorram a cada ano, das quais 96 milhões são clinicamente manifestadas. EFE

Tilt