PUBLICIDADE
Topo

O raro alinhamento de cinco planetas que pode ser visto em junho

Imagem da Nasa indica posição de Vênus, Lua, Marte, Júpiter, Saturno e da estrela Fomalhaut - Nasa/JPL-Caltech
Imagem da Nasa indica posição de Vênus, Lua, Marte, Júpiter, Saturno e da estrela Fomalhaut Imagem: Nasa/JPL-Caltech

Redação

BBC News Mundo

09/06/2022 09h00

Os vizinhos mais próximos da Terra estarão alinhados no céu ao longo deste mês -- um espetáculo que só pode ser visto uma vez a cada 18 anos.

É um espetáculo raro: só pode ser visto uma vez a cada 18 anos.

Durante este mês de junho, será possível admirar a olho nu o alinhamento de cinco planetas no céu: Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno.

Eles são os vizinhos mais próximos da Terra — e, para observá-los, não será necessário usar telescópios ou binóculos, somente levantar meia hora antes do nascer do Sol e ter um céu limpo (sem nuvens).

Embora a qualidade da observação seja melhor nas zonas rurais — que costumam ter céus mais escuros —, o espetáculo pode ser admirado a partir das cidades.

Do grupo dos cinco planetas, Mercúrio é normalmente o mais difícil de visualizar devido à sua proximidade com o Sol, do qual se afastará gradualmente durante este mês de junho, o que facilitará a sua observação.

De acordo com especialistas, o melhor dia para ver esta conjunção será 24 de junho, quando Mercúrio estará mais distante do Sol e será visível até uma hora antes do amanhecer.

Além disso, em 23 de junho a Lua estará localizada entre Vênus e Marte — justamente no lugar que corresponderia à Terra —, assim será possível admirar seis corpos celestes alinhados no céu.

A última vez que esta conjunção de cinco planetas aconteceu foi em dezembro de 2004 — e só vai se repetir novamente em 2040.