PUBLICIDADE
Topo

Cientistas de 33 países lançam campanha a favor de ciências oceânicas antes da COP26

25/10/2021 18h02

Brest, França, 25 Out 2021 (AFP) - Cientistas de 33 países lançaram nesta segunda-feira (25), antes da COP26, a campanha OneOceanScience em prol das ciências oceânicas, "essenciais", segundo eles, no combate às mudanças climáticas.

Um total de 37 cientistas tomam a palavra na internet (oneoceanscience.com) através de vídeos curtos para explicar porque as ciências são oceânicas são essenciais, como o clima e os oceanos estão vinculados e quais soluções sugerem para preservar os ecossistemas oceânicos e a sociedade diante dos impactos das mudanças climáticas.

Em um vídeo gravado da Estação Espacial Internacional (ISS), o astronauta Thomas Pesquet também compartilha sua visão dos oceanos e apoia os cientistas.

"As ciências oceânicas são essenciais para compreender o sistema climático e lutar contra o desarranjo climático", afirmou durante uma coletiva de imprensa François Houllier, diretor-geral da Ifremer (Instituto Francês de Pesquisas para a Exploração do Mar).

Entre os promotores desta campanha, estão a Agência Espacial Europeia (ESA) e a Plataforma Oceano e Clima, que representa uma centena de organizações na França e no Exterior.

A campanha foi lançada às vésperas da 26ª Conferência da ONU sobre as Mudanças Climáticas, que será celebrada entre 31 de outubro e 12 de novembro na Escócia e na qual devem ser estabelecidas metas para reduzir as emissões globais de carbono e lutar contra o aquecimento global.

sf/mas/mpm/swi/erl/jvb/mvv

ISS A/S