PUBLICIDADE
Topo

Helicóptero Ingenuity, da Nasa, ganha mais um mês de trabalho em Marte

Imagem do helicóptero ingenuity na superfície de Marte feita pelo rover Perseverance - Nasa/JPL-Caltech
Imagem do helicóptero ingenuity na superfície de Marte feita pelo rover Perseverance Imagem: Nasa/JPL-Caltech

Washington

30/04/2021 18h01

Após provar com sucesso que é possível voar em Marte, a Nasa anunciou nesta sexta-feira (30) que a missão do pequeno helicóptero Ingenuity foi estendida em um mês para acompanhar o veículo-robô Perseverance.

A nova fase estende a missão tecnológica do helicóptero, que era originalmente de um mês. Agora, a meta é analisar como explorar do alto tanto Marte quanto outros planetas.

"Vamos reunir informação sobre a capacidade de apoio operacional do helicóptero, enquanto o Perseverance se concentra em sua missão científica", disse nesta sexta a jornalista Lori Glaze, diretora da Nasa.

O tipo de reconhecimento que o Ingenuity faz poderia ser útil para missões humanas, pois pode encontrar trilhas a ser atravessadas por futuros exploradores e encontrar lugares que seriam impossíveis de descobrir de outra forma.

O pequeno helicóptero de 1,8 quilo realizou com sucesso o quarto de seus cinco voos originalmente planejados e chegou "mais rápido e mais longe do que nunca antes", informou a Nasa em um tuíte.

O quinto voo está previsto para os próximos dias e depois a missão será estendida; inicialmente por um mês marciano,

Se a missão se estender para além desse mês extra, vai depender do estado da aeronave e se auxilia e não complica as metas do 'rover' Perseverance de obter amostras do solo marciano para serem examinadas na Terra.

O chefe dos engenheiros, Bob Balaram, antecipou que uma limitação será sua capacidade de suportar as geladas noites marcianas, quando a temperatura é de - 90 graus Celsius.

O helicóptero é equipado com um aquecedor alimentado por energia solar, mas foi concebido para durar apenas um mês. Os engenheiros não estão certos sobre "quanto frio e descongelamentos poderá suportar até começar a registrar algumas falhas".

Inicialmente, a Nasa tinha planejado que o 'rover' Perseverance se distanciasse da cratera Jezero na qual desceu em 18 de fevereiro. Isso significaria que o rover poderia deixar para trás o Ingenuity e se deslocar para longe do alcance de suas comunicações.

A Nasa quer agora manter o Perseverance na área por um tempo extra após ter encontrado um solo que acredita-se que conte com as substâncias minerais mais antigas.

A agência espera começar a coletar em julho amostras do solo marciano.