PUBLICIDADE
Topo

Pioneiros da cibersegurança ganham o Prêmio Abel de Matemática

17/03/2021 16h00

Oslo, 17 Mar 2021 (AFP) - O Prêmio Abel, que reconhece conquistas em matemática, foi concedido nesta quarta-feira(17) ao húngaro Laszlo Lovasz e ao israelense Avi Wigderson por suas contribuições para a segurança de computadores, informou a Academia Norueguesa de Ciências.

Ambos foram premiados "por suas contribuições fundamentais para a informática teórica e matemática discreta (um ramo que estuda estruturas cujos elementos podem ser contados separadamente, ndlr) e por seu papel em torná-los campos centrais da matemática moderna", disse o júri.

Lovasz, de 73 anos, bolsista do Instituto Alfred Renyi de Matemática e da Universidade Eotvos Lorand em Budapeste, foi creditado por fazer uma conexão entre matemática discreta, como teoria de redes, e ciência da computação.

Junto com os irmãos holandeses Arjen e Hendrik Lenstra, Lovasz desenvolveu o algoritmo LLL, que tem aplicações em áreas como teoria dos números, criptografia e computação móvel.

O algoritmo serve de base para os únicos sistemas de criptografia "que podem resistir a um ataque de um computador quântico", observou a academia.

Avi Wigderson, de 64 anos, pesquisador do Instituto de Estudos Avançados de Princeton, ampliou e aprofundou sua compreensão da "teoria da complexidade".

Sua pesquisa levou a avanços na criptografia da Internet e é a base para a tecnologia que alimenta criptomoedas como o bitcoin.

"Graças à liderança desses dois homens, a matemática discreta e o campo relativamente jovem da informática teórica se estabeleceram como áreas centrais da matemática moderna", disse Hans Munthe Kaas, presidente do Comitê Abel, em um comunicado.

O prêmio - em homenagem ao matemático norueguês Niels Henrik Abel - é dotado de 7,5 milhões de coroas norueguesas (cerca de 882 mil dólares).

phy/jll/wai/mab/mb/jc