PUBLICIDADE
Topo

Rede social de áudio Clubhouse prepara lançamento para o público geral

Em San Francisco

26/01/2021 10h34

A rede social de áudio Clubhouse, exclusiva para convidados, está se preparando para o grande público com a ajuda de uma nova rodada de investimentos, segundo relatos, de quase 1 bilhão de dólares.

O Clubhouse ganhou força desde seu lançamento no início do ano passado em um formato privado de teste, colocando um toque de podcast nas redes sociais. A rede permite que os membros ouçam as conversas ocorrendo em "salas" online e, se quiserem, façam comentários.

"Nosso foco agora é abrir o Clubhouse para todos", disseram seus fundadores, Paul Davison e Rohan Seth, em uma postagem no domingo.

"Com esse objetivo em mente para 2021, garantimos uma nova rodada de financiamento", contou. A quantidade de dinheiro que a Andreessen Horowitz (a16z), uma prestigiosa firma de capital de risco do Vale do Silício, está investindo no Clubhouse não foi divulgada, mas é avaliada em aproximadamente 1 bilhão de dólares.

O Clubhouse passou de uma única sala virtual onde os fundadores normalmente podiam ser encontrados para uma plataforma usada por quase dois milhões de pessoas por semana, de acordo com Andrew Chen, da a16z, que se juntou ao conselho de diretores da startup como parte do acordo.

Chen disse que já se formaram conversas em torno de "hobbies, cultura, trabalho e curiosidades".

O plano para o futuro é dar aos criadores das salas de bate-papo ferramentas para que possam moderá-las e também ganhar dinheiro. Eles poderão lucrar por meio de gorjetas, assinaturas ou venda de ingressos.

O Clubhouse já conta com mais de 180 investidores, segundo seus fundadores.

No momento, a rede social está disponível apenas na loja de aplicativos da Apple. Uma versão para Android é esperada em breve.