PUBLICIDADE
Topo

Sony e Google adiam lançamento de PS5 e Android 11 em solidariedade a protestos

Manifestantes protestam em Nova York contra morte de George Floyd, vítima de violência policial em Mineápolis, nos Estados Unidos - Mike Segar/Reuters
Manifestantes protestam em Nova York contra morte de George Floyd, vítima de violência policial em Mineápolis, nos Estados Unidos Imagem: Mike Segar/Reuters

01/06/2020 18h17Atualizada em 01/06/2020 18h20

Sony e Google decidiram adiar o lançamento de produtos em solidariedade aos protestos contra o racismo que tomaram as ruas dos Estados Unidos. Os atos são motivados pela morte de George Floyd, vítima de violência policial em Mineápolis, nos Estados Unidos.

"Não é o momento de comemorar lançamentos. Agora, principalmente, devemos permitir que vozes mais importantes sejam ouvidas", publicou a conta do PlayStation no Twitter. O lançamento de novos títulos do console de videogames da Sony aconteceria na próxima quinta-feira (4).

O Google, que apresentaria na próxima quarta-feira (3) a nova versão do sistema operacional para smartphones Android, também adiou o lançamento, para uma data indefinida. "Não é o momento de comemorar", indicou o gigante da Internet no site de desenvolvedores do Android.