Topo

Vendas de smartphones têm leve aumento após dois anos de queda

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

em Nova York (EUA)

31/10/2019 18h22

As vendas globais de smartphones aumentaram ligeiramente no terceiro trimestre de 2019, pela primeira vez em dois anos.

As compras cresceram 2% em relação ao mesmo período do ano passado, com 366 milhões de dispositivos vendidos, segundo a Strategy Analytics.

A fabricante sul-coreana Samsung continua sendo a líder mundial na indústria, seguida pela chinesa Huawei, que manteve o segundo lugar apesar das sanções americanas. A Apple completou o pódio, de acordo com a empresa especializada.

"A demanda global por smartphones se recuperou graças à forte concorrência de preços de fornecedores e inovações, como telas maiores e a rede 5G", disse Linda Sui, analista da empresa.

A Samsung consolidou sua posição como líder mundial, aumentando suas vendas em 18% no último trimestre, com 78 milhões de dispositivos vendidos, e estabelecendo sua participação de mercado em 21,3%.

A Huawei surpreendeu ao vender 66 milhões de dispositivos (+29%), ganhando uma participação de mercado de 18,2%, apesar das sanções impostas por Washington que poderiam impedir o acesso a tecnologias e componentes cruciais.

A empresa chinesa, cujo mais recente smartphone de última geração lançado em setembro carece de aplicativos do Google, ganhou espaço em seu mercado doméstico, de acordo com a Strategy Analytics.

O estudo afirma que a compra de iPhones da Apple caiu 3% em relação ao ano passado, com 45,6 milhões de dispositivos vendidos e uma participação de mercado de 12,4%.

A Apple, que divulgou seus resultados trimestrais na quarta-feira, não divulgou seus próprios números sobre o número de iPhones vendidos no mundo, mas afirmou que as receitas com a venda de seus smartphones caíram 9,3%.

Smartphone